Benjamim Oliveira Júnior


Correspondente





NOVA PORTEIRINHA – O funcionalismo público municipal de Nova Porteirinha deverá ser contemplado com reajuste salarial que varia de 10% a 15%, conforme projeto de lei encaminhado pelo prefeito Wilmar Soares de Oliveira - PMDB à câmara municipal, nesta semana. A proposta salarial é retroativa a 1º de junho deste ano e se baseia na inflação oficial do país, de pouco mais de 6%, e do ganho real, inseridos no salário mínimo.







No projeto, o prefeito Wilmar Soares concede aumento de 10% sobre os vencimentos do funcionalismo que recebe remuneração de um a três salários mínimos. Aos professores, o projeto de lei estabelece reajuste de 15% sobre os vencimentos dos professores da categoria P 1, diretores escolares, inclusive sobre a hora/aula dos professores P 2.





- A valorização do servidor público é uma das metas primordiais que o agente público deve exercer, pois, assim, estará reconhecendo, com dignidade, as ações desse funcionário que, na realidade, é o pilar indispensável para a manutenção de uma administração progressita e transparente - justifica Wilmar Soares.





O prefeito esclarece ainda que a concessão do reajuste salarial é em conformidade com a disponibilidade financeira do município e também da lei de responsabilidade fiscal.





Emancipado há 9 anos, o município de Nova Porteirinha possui cerca de 8 mil habitantes e 200 servidores públicos municipais.





Em Janaúba, cidade vizinha, os funcionários da prefeitura tiveram reajuste salarial de 6%, retroativo a abril passado, sendo que as diferenças foram quitadas em maio e junho. O prefeito Ivonei Abade Brito - PSDB alega que a disponibilidade financeira da prefeitura não permitia atender as reivindicações do Sindicato dos servidores públicos municipais no que diz respeito às perdas salariais de 22% da categoria. Em contrapartida, a prefeitura de Janaúba efetuou sexta-feira, 05, o pagamento de julho ao funcionalismo público – em torno de 1.800 servidores. A intenção é manter essa meta no 5º dia útil do mês, fato ato inédito no município.