A menos de um mês para o Natal, período em que a circulação de pessoas aumenta na área comercial para a compra de presentes e de produtos para as festas de fim de ano, a Polícia Militar aumenta o efetivo para dar mais segurança a consumidores e lojistas. A Operação Natalina já está em vigor em Montes Claros e nas outras 76 cidades sob a responsabilidade da 11ª Região Militar de Montes Claros.

O efetivo de 180 militares e 153 viaturas na região será reforçado com mais 150 militares que atuam na área administrativa. A ação, lançada ontem na praça Dr. Carlos, no Centro de Montes Claros, segue até 1º de janeiro de 2021. 

“A Operação Natalina é um conjunto de ações que a Polícia Militar realiza todo ano, em toda Minas Gerais, para potencializar o policiamento nas ruas, considerando que este período de Natal é um período em que as pessoas tendem a sair mais para as compras. No geral, as ocorrências são crimes contra o patrimônio, destacando o furto e o roubo”, explica o major Reginaldo Ribeiro Aguiar.

SEGURANÇA
Para que a saída às compras não seja frustrada, o militar alerta para que a população adote medidas de segurança, como se preocupar mais com objetos de valor, bolsas com dinheiro, não deixar o celular em posição que possa ser subtraído, tentar usar mais o cartão em vez do dinheiro e observar mais atentamente o ambiente onde ela está.

“A maior atenção está nos centros comerciais, por conta do grande fluxo de pessoas. A cada ano, a variação da criminalidade é pequena, não sendo algo de extrema preocupação. A atuação será por meio de patrulhamento ostensivo motorizado e a pé, abordagem a pessoas e veículos, blitz de trânsito e a presença policial nas ruas”, afirma o major Aguiar.
 
CUIDADOS
De acordo com Leandro Guedes, diretor da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Montes Claros, é elogiável o planejamento da polícia para o final de ano. “Toda essa ação vai proporcionar uma maior segurança para a população, lojistas e clientes neste período natalino. Também a população precisa ajudar, fazendo a sua parte, tanto na questão de ficar mais atento como também continuar respeitando o distanciamento, uso de álcool em gel, uso de máscaras tanto dentro das lojas quanto em todo o percurso ou em qualquer outra forma para que todos possam manter um mesmo objetivo, que é também evitar a propagação do coronavírus”, ressalta.

“Ver mais policiais na rua nos faz sentir mais protegidos. Sabemos que este período é favorável a furtos e roubos. Creio que só de avistar o patrulhamento nas ruas os bandidos podem se sentir coibidos a praticar algum delito”, diz a moradora Leidiele Santos, de 23 anos.