Tiago Severino


Correspondente



PIRAPORA - Na última quinta-feira, 01, aconteceu o lançamento da ADESP (Agência de Desenvolvimento de Pirapora) que tem objetivo de promover o desenvolvimento social do município, englobando poder público, a sociedade civil e os empresários locais. A idéia é discutir projeto que possam melhorar a qualidade de vida da população, através de bases econômicas viáveis, buscando recursos dos governos estadual e federal e iniciativa privada.



Cláudio Luiz de Oliveira, gerente regional do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio ao Micro e Pequeno Empresário), diz que as pessoas acostumam com um modo de vida, por isso a importância de congregar os setores sociais para oferecer à população meios para sustentabilidade. Um exemplo disso é a Vale do Rio Doce que procurou a ONU (Organização das Nações Unidas) para discutir formas de solidificação econômica e social para as cidades, onde funcionava, isso em virtude da dependência que esses locais tinham da empresa, que trabalha com minério produto que tem quantidade limitada.



Segundo Cláudio, a união irá aumentar a capacidade do município de buscar recursos junto ao estado, união e a iniciativa privada. Principalmente de órgãos públicos que possam desenvolver meios para melhorar os produtos do comércio e oferecer capacitação é o caso do Centro Técnico de Tecnologia (CETEC) e as universidades.



MÉDIO E LONGO PRAZO



“A agência é unida com poder público e os setores do comércio e da cidade em prol do desenvolvimento local”, diz Marcos Antônio Rocha, presidente da ACIACPI (Associação Industrial Agropecuária de Pirapora).Para ele, a agência deverá executar projetos a médio e longo prazo, que irá abranger inclusive as classes “C” e “D” ao gerar emprego e renda, e promover o desenvolvimento do comércio.



Como presidente da agência foi eleito Alexsander Fontana Brito. Ele diz que na sociedade existem grupos dispersos com o mesmo objetivo: melhorar a forma de vida das pessoas de Pirapora. Por isso, foi criada a ADESP para reunir todas essas pessoas, formando um trabalho em conjunto.



MUDAR IMAGEM



“Nós estamos conseguindo mudar a imagem de Pirapora e a agência de desenvolvimento veio ampliar nossas forças”, afirma Warmillon Fonseca Braga, prefeito de Pirapora. Para ele, a organização de grupos é essencial para o crescimento regional, assim como existe o G8 (grupo dos oitos países mais ricos do mundo), ONU, Mercosul que lutam pelo desenvolvimento de cada bloco no mundo.



De acordo com Jairo Guimarães, presidente do Coopercred (Cooperativa de Crédito Mútuo dos Comerciantes de Pirapora) a agência vêm somar forças para auxiliar a cidade a crescer, transformando Pirapora em um grande núcleo de desenvolvimento.