Oito cidades do Norte de Minas receberam doações de equipamentos de proteção individual (EPIs) e produtos de higiene pessoal que serão usados no combate ao coronavírus.

A ação foi realizada pelo Grupo Ser(Tão), do Instituto Federal do Norte de Minas (IFNM). O material será utilizado por dez Centros de Especialidades Odontológicas da região. Muitos dos produtos, como álcool em gel e água sanitária, são produzidos pelos próprios acadêmicos do instituto. 

Em março, o grupo confeccionou e doou 455 protetores faciais com três dimensões para hospitais de Montes Claros e região. 

Agora, as cidades de Coração de Jesus, Francisco Sá, Grão Mogol, Monte Azul, Montes Claros, Rio Pardo de Minas, Salinas e Taiobeiras receberão 700 protetores faciais produzidos a partir de impressoras 3D, 300 litros de álcool em gel e 300 litros de sabonete líquido para uso dos profissionais que atuam no Sistema Único de Saúde (SUS).

“Antes de iniciar a produção, a equipe fez diversos testes laboratoriais com bebidas alcoólicas apreendidas pela Receita Federal e com cachaça doada por fabricantes de Salinas. A produção do álcool 70% está sendo feita na fazenda Santa Isabel, onde fica o campus do IFNM e que também possui um alambique”, pontua Raphael Mesquita, engenheiro químico do IFNMG. 
 
ATUAÇÃO
O Grupo Ser(Tão) reúne acadêmicos do IFNMG e pessoas interessadas em ajudar no combate à Covid-19. O grupo opera em três frentes: disponibilização de ventiladores de respiração para a rede de hospitais e Serviço Móvel de Urgência (Samu); fabricação de componente, peças e EPIs; e instru-mentação e controle de ventiladores respiratórios obsoletos.

“Nós produzimos os principais itens de proteção contra a Covid-19, como máscaras, sabão e álcool líquido, em gel e suportes, juntamente com outros membros do projeto Ser(Tão) espalhados pela cidade. Os itens são coletados por uma equipe logística em parceria com algumas instituições, como a Receita Federal”, explica o professor Wagner Leite.