Cidades do Norte de Minas vão receber, a partir desta sexta-feira, 14.200 cestas básicas que serão doadas para famílias carentes afetadas pelo novo coronavírus. Os recursos são provenientes da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), por meio da Amams, que uniu prefeitos da região e fez o pedido dos alimentos há três meses. 

As cestas básicas são fruto de doação para o Governo de Minas pelo projeto “Fazer o Bem Faz Bem” e deverão atender ao público prioritário de programas sociais, conforme critérios técnicos sociais e procedimento de doação. Em março, a Amams acionou o Ministério da Cidadania e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social pedindo providências e medidas assistenciais como forma de ajudar os municípios do Norte Minas a enfrentar os impactos causados pela pandemia do coronavírus. Entre os requerimentos estão a garantia de recursos para custeio de benefícios eventuais, auxílio funeral, auxílio natalidade, cestas básicas, dentre outros.

As 14.200 cestas básicas serão distribuídas para 73 municípios norte-mineiros – a cidade que será mais beneficiada é Montes Claros (3.225), seguida de Várzea da Palma (489) e Porteirinha (483). 

De acordo com a Amams, cada município é responsável por retirar as cestas básicas na Defesa Civil, que fica no 10º Batalhão de Polícia Militar, em Montes Claros. 

“As cestas básicas aliviarão a situação social em vários municípios, pois devido à situação foram reduzidas as atividades produtivas, principalmente com o fechamento dos comércios, principal fonte de renda do norte-mineiro. Os alimentos vêm em boa hora, uma vez que o homem do campo vai começar a sentir os efeitos da estiagem a partir de julho”, diz Lara Batista Cordeiro (Avante), prefeito de Ibiaí e novo presidente da Amams. 
 
PASSO A PASSO
Ainda segundo a Amams, o gestor de cada município beneficiado precisará preencher um “passo a passo” para credenciamento junto à Sedese, por meio do site www.social.mg.gov.br – na aba “peticionamento individualizado”, assim as cidades estarão habilitadas para receber as doações. 

“Após o credenciamento, os nomes dos municípios serão publicado no Diário Oficial do Estado e somente feito este trâmite será possível agendar o recebimento nos batalhões da Polícia Militar. A Amams espera que Governo de Minas continue destinando mais donativos e máscaras para os municípios da região, pois agora a pandemia atingiu as pequenas cidades que precisam de um suporte diferenciado”, explica Sérgio Nassau, coordenador do departamento de Defesa Civil da Amams.