Benjamim Oliveira Júnior


Correspondente



JANAÚBA – O veranico e a falta de chuva, fator predominante há mais de quatro meses, que têm resultado em seca prolongada, poderão levar o município de Janaúba a decretar estado de emergência nos próximos dias. A situação é crítica, principalmente nas comunidades rurais distantes de rios e lagoas. Falta água até para o gado beber.



Uma equipe da Cedec – Coordenadoria de defesa civil, do governo de Minas Gerais, esteve em Janaúba nesta semana para analisar o quadro provocado pela seca. Houve visita a localidades da zona rural, onde ocorre a perda da produção agrícola diante da escassez de água.



ESTRATÉGIA



Os representantes da Cedec se reuniram ainda com o secretário municipal de Promoção Social e vice-prefeito, José Benedito Nunes Neto -PT, com a finalidade de traçar estratégia de ação social para conter o sofrimento da população com o agravamento dos setores produtivo e econômico.



A decretação do estado de emergência depende do parecer da Cedec.



- Mas estamos solicitando do governo empenho para o envio de recursos, dentre eles cestas básicas e sementes para novo plantio - diz o chefe de gabinete da prefeitura, Getúlio Martins da Silva - PSDB, que, ao lado da secretária municipal de Obras e Serviços Urbanos, Ivana Márcia Ferreira, participaram da reunião.