O governo de Minas aprovou a prorrogação das contratações temporárias de 118 profissionais de saúde para o Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF), da Unimontes, em Montes Claros. Os profissionais atuam no atendimento das demandas específicas para a pandemia de Covid-19.

A nova vigência dos contratos será de quatro meses. O hospital também foi autorizado a realizar 75 novas contratações temporárias. No total, 193 profissionais integram o reforço ao suporte da unidade para atendimento aos pacientes com suspeita ou confirmação da doença.

O HUCF/Unimontes é uma das referências no município e na região Norte de Minas para o tratamento da Covid-19, em alinhamento com o Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado de Saúde (SES). A decisão do Estado, por meio do Comitê de Orçamento e Finanças (COF), atende à demanda apresentada pela gestão superior da universidade. 

NOVAS VAGAS
As novas 75 vagas são para a contratação temporária de 17 enfermeiros, nove fisioterapeutas, três bioquímicos, 43 técnicos em enfermagem e três técnicos em farmácia.

O processo de seleção dos profissionais seguirá o mesmo modelo adotado em março, obedecendo à ordem de classificação do concurso público realizado pelo HUCF. 

BRASÍLIA DE MINAS
Nesta quinta-feira (13), o governador Romeu Zema estará em Brasília de Minas para participar de uma cerimônia pela triplicação dos leitos de UTI no Hospital Municipal Senhora Sant’Ana (HMSS), que saiu de dez unidades em março para 30 em agosto.

Com essa ampliação, o HMSS passa a ser o segundo maior hospital da região em número de leitos de UTI.

*Com Agência Minas