Para ajudar no enfrentamento à Covid-19, o governo de Minas autorizou a cessão de 30 respiradores do Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF) para abertura de novos leitos de UTI nos hospitais Santa Casa e Dílson Godinho, em Montes Claros, e nos municípios de Brasília de Minas, Pirapora, Taiobeiras e Janaúba.

Os novos leitos darão suporte à descentralização da internação de pacientes em situação grave de saúde, causada pela Covid-19.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, no Norte de Minas há 116 leitos de UTI adulto distribuídos em unidades hospitalares de Montes Claros, Janaúba, Taiobeiras e Pirapora.

O HUCF é o hospital de referência para receber vítimas do coronavírus. A cessão dos equipamentos visa aumentar o número de leitos com UTI nas cidades vizinhas para evitar que os pacientes se desloquem para a unidade hospitalar de Montes Claros, que também é referência no tratamento de diversas doenças infectocontagiosas.

A informação sobre os novos leitos foi divulgada durante a primeira reunião do Centro de Operações de Emergências em Saúde (Coes-MG) – Covid-19, que contempla os 86 municípios que integram a região ampliada de saúde do Norte de Minas.

O grupo se reúne semanalmente através de videoconferência e possui a integração dos diversos órgãos governamentais e instituições atuantes na região, voltadas para o enfrentamento ao novo coronavírus.

“O trabalho implementado pelo Coes conta com a experiência e articulação de representantes de vários órgãos e entidades, e possibilitará à região avançar nas ações de planejamento para o enfrentamento ao novo coronavírus, uma vez que se trata de uma pandemia que atinge os mais variados setores da sociedade”, ressalta Dhyeime Thauanne Pereira Marques, coordenadora do Coes do Norte de Minas e superintendente Regional de Saúde de Montes Claros.

Cadastro na Cemig será revertido em doação
A Cemig vai doar R$ 5 milhões em respiradores e equipamentos hospitalares para a rede de hospitais públicos de Minas Gerais. Mas os clientes da companhia podem contribuir para aumentar o valor da doação, sem pagar nada a mais. Basta atualizar o cadastro no portal da empresa (https://nosnaoestamossozinhos.cemig.com.br)

A cada inscrição em dia, serão destinados R$ 5 para a doação de enfrentamento à Covid-19. Ao todo, a campanha chamada “Nós não estamos sozinhos” pode ultrapassar os R$ 40 milhões.

A compra dos respiradores com os recursos arrecadados será feita pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). Também participam da campanha o governo de Minas, a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros, as prefeituras de diversas cidades mineiras, a Assembleia Legislativa, a Câmara de Dirigentes Lojistas de BH e do interior, Associações Comerciais e Industriais das cidades mineiras e a Federação da Agricultura do Estado de Minas Gerais (Faemg).

*Com Agência Minas