Para tentar coibir a imprudência dos motoristas, a Polícia Rodoviária Federal iniciou nesta quinta-feira a Operação Proclamação da República.

A fiscalização será realizada em trechos estratégicos nas BRs, priorizando ações preventivas para redução da violência no trânsito, visando obter uma redução nos índices de letalidade nas rodovias federais. A operação será encerrada no domingo (17). 

A fiscalização e o policiamento serão novamente intensificados por meio de rondas ostensivas nas rodovias e do posicionamento estratégico das viaturas e policiais ao longo dos trechos mais movimentados e considerados críticos pelo alto índice de acidentes e pela elevada taxa de cometimento de infrações de trânsito.

Nas rodovias que cortam o Norte de Minas, as ações se concentram, principalmente, na BR-251 e na BR-365. Em todo o Estado, serão aproximadamente 800 policiais e 150 etilômetros que serão usados para inibir a combinação bebida alcoólica e direção.
 
RESTRIÇÕES 
Por medida de segurança, devido ao grande aumento no fluxo de veículos, a PRF restringe o tráfego de bitrens, rodotrens, treminhões, cegonheiras carregadas e veículos com cargas excedentes, que necessitam de Autorização Especial de Trânsito (AET), somente em rodovias federais de pista simples, em alguns dias do feriado.

Nesta sexta-feira, esses veículos não poderão trafegar das 6h às 12h. No domingo, a restrição vale das 16h às 22h.

O motorista que descumprir a determinação será multado em R$ 130,16 (infração média), receberá quatro pontos na CNH e terá o veículo retido.

Leia mais:
Perigo na ida e na volta