A Toyota apresentou, na Tailândia, a linha 2021 da picape Hilux, que estreia novo visual na parte frontal, com inclusão de conteúdos. A novidade irá se espalhar para outros mercados onde a marca japonesa comercializa a picape, inclusive o Brasil. Por aqui, a Hilux atualizada chega no segundo semestre. Antes de mais nada é preciso deixar claro que trata-se apenas de uma plástica. Na verdade, a segunda plástica que a atual geração recebeu até agora. A carroceria segue o mesmo projeto de 2015, uma vez que a vida útil de uma geração de veículos utilitários é bem maior que de um carro de passeio. Para se ter uma ideia, desde os anos 1990, esta é a terceira geração da picape oferecida por aqui. Basicamente, a plástica se resume a um novo para-choque. 

 
INVENCÍVEL
Entre as novidades da linha 2021 está a versão Invincible, que figura como aquela opção aventureira aos moldes de Ranger Storm e Frontier Attack. Ao contrário das rivais, a versão conta com para-choque exclusivo, assim como o nome da versão estampado na caçamba e na tampa. 
Complementam o conjunto duas opções de santo-antônio, uma emoldurada e outra com tubos longitudinais, semelhantes à da versão esportiva da Ford. No entanto, a versão recebeu nova capota marítima que corre por trilhos. Trata-se de uma solução interessante que evita frestas laterais e também é mais fácil de manusear.
Resta saber se ela também chegará aqui com esses diferenciais, já que no material divulgado pela Toyota trata-se da versão a ser vendida na Europa. Além disso, por aqui a marca conta com a versão GR-S II, que se posiciona como versão esportiva da picape.
 
CONJUNTO MECÂNICO
Além do banho de loja, a Hilux também fez melhorias no motor turbodiesel 2.8, que teve potência elevada de 177 cv para 203 cv. O torque também saltou de 46,9 mkgf para 51 mkgf. Já a versão 2.7 flex, que só é vendida no Brasil, deverá manter seus 163 cv e 25 mkgf. As ofertas de transmissões seguem com manual de cinco marchas e automática de seis velocidades, assim como opção de tração 4x4 ou traseira. 
 
INTERIOR
Por dentro, a Hilux segue o mesmo layout da geração, inclusive com o tradicional relógio digital, tão presente quanto o emblema no volante. A grande novidade fica por conta da central multimídia de oito polegadas, que passa a contar com conexões Android Auto e Apple Carplay. No caso da Hilux, a inclusão desse recurso é mais que bem-vindo, uma vez que a antiga central era extremamente confusa.