O Samsung Galaxy S10 chegou ao mercado com números superlativos, que vão do preço à capacidade das câmeras, além da definição de tela, autonomia de bateria, armazenamento e até mesmo memória RAM. Com preços entre R$ 4.300 e R$ 9 mil, o topo de linha da marca sul-coreana é uma aquisição cara. Por outro lado, oferece uma performance impressionante para diversas funções, dentre elas a capacidade de rodar games pesados sem grande esforço.

O aparelho oferece três tamanhos de tela, opções com uma ou duas lentes frontais, armazenamento que vai de 128 GB a 1 TB, além de opções com 6 GB, 8 GB e 12 GB de RAM, a última restrita à versão mais cara.

Os 6 GB de RAM estão disponíveis apenas na versão mais simples da linha, o S10e. Nas demais, com exceção da topo de linha, o “pente” é de 8 GB. Mas em todos os casos, o volume supera a maioria dos notebooks e desktops vendidos no varejo, que geralmente são oferecidos com 4 GB.

Entre os celulares, poucos aparelhos oferecem tanta memória de acesso aleatório como o S10, como o natimorto Razer Phone 2 e o parrudo Asus ZenFone 5Z, que contam com 8 GB. Modelos como Galaxy Note 9 e Galaxy S9+ dispõem de 6 GB. Já o iPhone XS Max tem 4 GB.
 
NA PRÁTICA
Toda essa oferta de memória se reverte em games rodando sem problemas, como travamentos e sem “derreter” o processador.

Testamos a versão S10+, com 8 GB de RAM e 128 GB de armazenamento. Um ponto positivo é o tamanho da tela. Como ela cobre praticamente toda a área frontal do aparelho, os comandos virtuais do game ficam nas extremidades sem que os polegares obstruam a visão.

Outro detalhe interessante é que a bateria de 4100 mAh suporta bom tempo de jogatina sem drenar a carga.
 
MAS VALE A PENA?
Gastar de R$ 4.300 a R$ 9 mil para brincar de videogame é algo pouco racional. Com o preço da versão mais barata é possível comprar um Xbox One X e um PS4 Pro, ou escolher um dos dois e torrar o resto numa bela prateleira de jogos.

Mas para quem busca um smartphone de alto desempenho, que atenda às necessidades cotidianas, instalação de diversas aplicações, fotografia, filmagens, música e vídeos em alta definição, a história é outra.

A grande vantagem é que, além de tudo isso, ele se comporta como um belo videogame, com o benefício extra de caber no bolso. Confira ao lado três games de corrida que rodam fácil no S10.