MOGI GUAÇU (SP) – Evoluir é preciso. Pelo menos é o que a natureza vem nos mostrando nos últimos 3 bilhões de anos, mesmo que muitas vezes acreditamos que o correto é andar para trás. Metáforas à parte, fato é que a Mitsubishi volta a vender no mercado brasileiro o utilitário-esportivo (SUV) Pajero Sport, que chega em sua terceira geração. E assim como dita a Mãe Natureza, o carro evoluiu, e muito.

O Pajero Sport se diferencia da poderosa Full (versão soberana do jipão) por ser montada sobre o chassi da L200 Triton, enquanto a grandalhona tem uma estrutura própria.

Por outro lado, a versão Sport conta com conjunto mecânico mais eficiente e moderno. O utilitário é equipado com a unidade turbodiesel 2.4 de 190 cv e 43,9 mkgf de torque. Trata-se do mesmo motor da L200, mas conta com uma transmissão automática de oito marchas, que torna o SUV bem mais eficiente que a picape, que utiliza caixa de cinco marchas. O resultado é um preço de R$ 265.990. A Sport é mais cara que a Full.

SUSPENSÃO
Se o conjunto motor e câmbio evoluiu, a suspensão também melhorou, principalmente na traseira. Na frente ela utiliza braços sobrepostos e na traseira segue com eixo rígido, mas com molas helicoidais no lugar do feixe de molas, o que torna a vida a bordo muito mais confortável.

Mas mesmo assim, ela sacoleja, principalmente no fora de estrada. No entanto, é o preço que se paga para ter nas mãos um jipão bruto, que dá conta de encarar terrenos muito acidentados como se estivesse andando num campo gramado, como o das fotos.
 
4x4
O Pajero Sport utiliza um sistema 4x4 robusto, que conta com seletor eletrônico de tração, com opção de 4x2, 4x4, 4x4 com bloqueio de diferencial e reduzida. Além disso, o jipão recebeu auxílio de descida em rampa, controlado pelo ABS e basicamente faz o mesmo trabalho da caixa reduzida, mas com mais controle. Ele ainda conta com seletor de terreno, que distribui o torque de acordo com aderência do piso, nos modos lama, gelo, areia e cascalho. O resto é com a “peça” entre o volante e o banco.