Uma em cada 10 vítimas do câncer de mama poderia ter a vida poupada se praticasse atividade física ou, ao menos, uma caminhada de 30 minutos por dia. A afirmação consta num artigo científico publicado na revista Nature*, numa pesquisa que contou com a colaboração do Ministério da Saúde, em 2015. Além de contribuir com a saúde, os dados demonstram que manter o corpo na ativa melhora o metabolismo de alguns hormônios relacionados ao câncer de mama.

A problemática é um dos alvos da campanha internacional Outubro Rosa e está em foco no Desafio Superação, prova virtual que envolve os participantes em caminhada, corrida e ciclismo. O evento, promovido pelo projeto Missão Mulher da Igreja Adventista, aconteceu neste domingo (17) e contou com mais de 2,2 mil participantes. Cada inscrito escolheu o percurso de sua preferência, se exercitou, marcou seu tempo em um relógio e enviou para a organização da corrida. Tudo de forma virtual!

 “Tivemos um crescimento de mais de 30% de participantes, em relação ao ano passado. Isso significa mais pessoas comprometidas a cuidarem de sua saúde, estimularem a conscientização em sua comunidade e contribuírem com pessoas que lutam com o câncer através da solidariedade”, explicou a organizadora do projeto, a líder de Mulheres da Igreja Adventista para RJ, ES e MG, Ester Leal.  

Desafio em Montes Claros
Em Montes Claros, a Igreja Adventista localizada no bairro Santos Reis, participou do Desafio Superação. Paula Alves, uma das organizadoras da ação, afirma que a igreja aproveitou o momento para conscientização.

“É emocionante ver pessoas envolvidas para divulgar informações sobre prevenção, a importância de ir ao médico de forma regular e principalmente falar sobre a valorização da vida a partir de um diagnóstico precoce. Essa iniciativa nos mostra o quanto devemos falar sobre esse assunto, e mostrar o quanto a igreja tem um papel relevante nessa ação”, frisa Paula.

Câncer de mama tem cura!

Cristina de Paula, 36 anos foi diagnosticada recentemente com câncer de mama. Ela que participou da ação contando sua experiência, destacou a importância deste tipo de iniciativa. 

“A surpresa nada agradável me fez ver o quanto é necessário que nós mulheres tenhamos o mesmo cuidado e amor que dedicamos ao outro: nossos filhos, maridos, pais; com nós mesmas.

A iniciativa da Igreja Adventista de realizar o dia de conscientização sobre o Outubro Rosa foi de grande importância. Podemos neste evento compartilhar experiências e aprendizados”, ressalta.  

Não tenha medo
Cristina lembra que muitas mulheres não realizam o autoexame das mamas nem fazem as consultas regulares.

“Muitas dizem ter medo. Mas afirmo: não tenha medo de se cuidar, tema a doença. Estou em tratamento e alguns dias são bem difíceis. O que nos fortalece é o amor imenso do nosso Deus e a rede de apoio que temos nos familiares e amigos. Câncer de mama tem cura! O diagnóstico precoce permite isso! Mulheres: se cuidem”, afirma Cristina.

O evento contou com palestras direcionadas por profissionais de saúde. O Desafio Superação teve caminhada em direção à Praça Santa Cruz, com entrega de folhetos educativos, pertinentes ao Outubro Rosa, e uma fisioterapeuta na praça que passou orientações no que diz respeito a prática de exercícios físicos.

O Desafio Superação também foi destaque nas cidades de Rio Pardo de Minas, Curvelo, Taiobeiras, e várias outras localidades no norte de minas.