O ano de 2020 já começou e promete ótimos games, assim como uma nova geração de consoles. Mas esse é assunto para depois.

Se 2019 foi marcado pelo excesso de adiamentos, 2020 é a hora da colheita de projetos que vêm se arrastando e outros que foram anunciados, já em fase final de produção, que pegou muita gente de surpresa.

Selecionamos cinco games que você precisará jogar em algum momento da sua vida. São eles:
 
CYBERPUNK 2077
A CD Projekt Red se tornou um dos estúdios mais badalados da atualidade graças a “The Witcher III”, que segue como um dos títulos mais expressivos da atual geração.

E a grande aposta do estúdio polonês será “Cyberpunk 2077”, que também foi adiado para 2020. Nesse game futurista que estreará no dia 16 de abril, o jogador é um mercenário que faz todo tipo de serviço num futuro em que humanos utilizam implantes robóticos que prometem prolongar suas vidas e melhorar suas habilidades. 

O game bebe na fonte de obras distópicas do universo cyberpunk, como o RPG de mesa “Shadowrun” e que também lembra filmes como “Johnny Mnemonic”, de 1995, em que Keanu Reeves vive um mensageiro que armazena informações no cérebro. E por falar no ator canadense (de origem libanesa), Reeves é um dos personagens secundários do game. 
 
DOOM ETERNAL
Se você joga games de tiro, agradeça a “Doom”. A franquia criada pela id Software foi responsável pela explosão do gênero, que segue como um dos mais rentáveis até hoje da indústria de jogos. “Doom Eternal” é outro game que deveria ter chegado em 2019, mas ficou para este ano. Mais precisamente 20 de março.

O game segue o enredo de “Doom 2”, quando as hordas do inferno conseguem chegar ao planeta Terra. Assim como Doom (de 2016), o game promete jogabilidade frenética, com incontáveis criaturas brotando na tela para te liquidar. O game terá versões para PS4, Nintendo Switch, Xbox One, Google Stadia e PC.
 
FINAL FANTASY VII (REMAKE)
Depois de cinco anos de seu anúncio, um dos melhores RPGs de todos os tempos ganhará seu remake em 2020. “Final Fantasy VII” chega no primeiro semestre totalmente refeito e promete manter sua campanha que pode superar uma centena de horas de jogo.

No game, o jogador assume o papel de Cloud Strife, que junto de um grupo ambiental, invade uma instalação energética que estaria drenando um elemento vital para o planeta. 

A partir daí tem início uma jornada épica que mistura ambientes místicos e tecnológicos. Pelas demonstrações divulgadas pela Square Enix, o jogo evoluiu bastante seu mecanismo de combate. 

Ao contrário dos ataques em turnos, convencionais nos RPGs das décadas de 1980 e 1990, o remake trará combates em tempo real, mas com a possibilidade de programar combinações de golpes. “Final Fantasy VII” terá versões para PC, PS4 e Xbox One.
  
RESIDENT EVIL 3
Um dos melhores jogos de 2019 foi o remake de “Resident Evil 2”, que resgatou a saga de Claire Redfield e Leon Kennedy, e trouxe para a atual geração todo ambiente do clássico de 1998. O resultado foi tão positivo que encorajou a Capcom a anunciar, no início de dezembro, o remake de “Resident Evil 3”. 

Considerado com um dos episódios mais perturbadores da série (só perde para Resident Evil 7), o game coloca o jogador mais uma vez na pele de Jill Valentine (a policial do game original de 1996) nos acontecimentos 24 horas antes de “Resident Evil 2”.

Com lançamento exclusivo para PS4, o game promete gráficos tão bons quanto o remake de 2019, graças ao uso do motor gráfico RE Engine. O game chega ao mercado no dia 3 de abril.
 
THE LAST OF US – PART II
Não há como fechar essa lista sem citar “The Last of Us – Part II”. O game, que deveria ter chegado no primeiro semestre do ano passado, aparece finalmente em 29 de maio.

Nele, Ellie assume o protagonismo da trama. A menina virou mulher e aprendeu a viver no caótico mundo novo, assolado por criaturas infectadas por um fungo mortal e também por humanos que recrudesceram à selvageria.

O game promete a mesma qualidade de jogabilidade e enredo do título original (que é apontado como um dos dez melhores jogos da década). Graficamente, a Naughty Dog já deu mostras da qualidade visual do jogo, que chega exclusivo para PS4 e fatalmente terá uma reedição ainda mais refinada para PS5.