O Cruzeiro renovou recentemente o contrato do zagueiro Cacá, mas poderia ter perdido a jovem revelação de sua categoria de base. É que o Athletico-PR apresentou nas últimas semanas uma proposta para comprar 50% dos direitos econômicos do jogador. 

Segundo apurou a reportagem, o Furacão enviou proposta oficial de R$ 9,05 milhões (2 milhões de euros) pela metade dos direitos de Cacá. O presidente do Athletico-PR, Mário Celso Petraglia, confirmou à reportagem essa tentativa de compra junto ao Cruzeiro.

“Sim, enviamos proposta pelo jogador Cacá. Antes do Vittorio (Medioli) se desligar do Conselho Gestor, mandamos a oferta, e ela foi apresentada na última reunião dele à frente desse núcleo de gestão. Mas o Cruzeiro nos informou que não venderia e acabou renovando o contrato do atleta. Essa é a verdade dos fatos”, confirmou o dirigente do time paranaense ao Hoje em Dia.

De acordo com o último balanço patrimonial do Cruzeiro, Cacá teria 70% dos seus direitos econômicos ligados ao clube celeste. No entanto, o Banco BMG alega, conforme divulgado pela imprensa local, ter 35% do zagueiro. Informação contestada dentro da própria Raposa.

O Ubaense, clube atualmente com atividades suspensas na Federação Mineira de Futebol (FMF), seria o detentor de outros 30%. 

Na última segunda-feira, o Cruzeiro anunciou a renovação contratual de Cacá, esticando o vínculo do jogador até dezembro de 2022. 

O acordo anterior venceria no fim deste ano, o que possibilitaria ao atleta, a partir de junho, assinar um pré-contrato com outro clube. 
 
REFORÇO
O Cruzeiro pode anunciar um reforço para a zaga. Isso porque, em novembro do ano passado, a diretoria anterior, comandada por Wagner Pires de Sá, fez um pré-contrato com o zagueiro Ramon, que defendia o Vitória. 

Dessa forma, a atual diretoria da Raposa está analisando a documentação e já tem uma reunião agendada com os representantes do atleta de 26 anos para amanhã.

Por enquanto, além de Cacá, estão confirmados para a posição em 2020 Edu e Arthur, que retorna de empréstimo do Estoril, de Portugal. 

O Cruzeiro ainda tenta definir nesta semana o futuro dos zagueiros Léo, Manoel e Dedé. Reuniões com os jogadores e agentes dos atletas têm acontecido praticamente todos os dias. 

Quem tem saída encaminhada é Fabrício Bruno, que deve ser vendido ao Red Bull Bragantino.