A “Era Dudamel” no Atlético começará, oficialmente, longe de casa. Hoje, a partir das 21h30, a equipe comandada pelo venezuelano entra em campo no Parque do Sabiá e estreia na temporada contra o Uberlândia, mandante. O duelo, primeiro dos times no Campeonato Mineiro, será também o debute do treinador pelo alvinegro da capital.

Vivendo a primeira experiência como técnico fora da Venezuela, Dudamel chegou a Belo Horizonte há 13 dias e já tem pela frente o primeiro jogo oficial. Com pouco tempo de trabalho, mas mostrando bastante intensidade, ele quer conquistar o torcedor atleticano já de cara. 

Fazendo mistério da escalação, o comandante disse na semana passada que já tinha 85% da equipe em mente. O goleiro Victor, que ainda não alcançou a forma ideal para ocupar o posto, já que faz um tratamento específico com os profissionais do clube, está fora dos planos.

Aniversariante do dia, o “santo” dos atleticanos completa 37 anos e, mesmo recuperado do edema no joelho que lhe tirou de ação por mais de 160 dias em 2019, dará lugar a Michael, de 24.

“O Victor e sua história são indiscutíveis. Ele está fazendo um grande esforço para estar bem e, quando decidirmos, vai jogar. Hoje, estamos tomando em consideração cada detalhe para formar uma equipe titular. O Victor já está treinando com a equipe e com normalidade”, disse Dudamel na última sexta-feira. 

“Nos primeiros quatro dias da pré-temporada, ele (Victor) ficou com o fisioterapeuta para um trabalho introdutório e de fortalecimento. Deve ir fortalecendo sua musculatura para poder desfrutar no campo e trabalhar. Não quero acelerar a boa preparação do Victor”, finalizou o comandante.
 
POSTO TEMPORÁRIO
Como Cleiton está servindo a Seleção Brasileira no Pré-Olímpico, Michael assumirá a responsabilidade. O selecionável, inclusive, pode estar de malas prontas para Bragança Paulista, no interior de São Paulo, caso o martelo finalmente seja batido com o Red Bull Bragantino, clube que faz todos os esforços para contratá-lo.

Michael começou a formação no futebol no São Paulo, mas, em 2014, chegou ao Atlético para compor o time sub-20. Quando estourou a idade para defender o Galo nas categorias de base, o goleiro passou por uma série de empréstimos.

Em 2016, foi cedido ao Guarani e à Caldense, mas não chegou a jogar por esses clubes. No ano seguinte, foi emprestado ao Grêmio Novorizontino para a disputa do Paulistão. O arqueiro chegou no decorrer do campeonato e fez sete partidas pelo Tigre. 

No segundo semestre de 2017, fim dos empréstimos. Michael fez parte do time B do Galo no mesmo ano e, nas duas últimas temporadas, marcou presença no elenco principal.

Em relações às outras posições, o time só será revelado horas antes do duelo com o Periquito. As duas equipes se enfrentaram pela última vez em março de 2018. O Galo venceu por 2 a 0 no palco do jogo de hoje.