Premiação mais tradicional do futebol brasileiro, o 'ESPN Bola de Prata Sportingbet', que chega a sua 51ª edição, mostrou algumas surpresas no fechamento do turno da atual edição da Série A. O zagueiro paraguaio Junior Alonso, xerife do Atlético, perdeu a cadeira cativa após a derrota por 3 a 0 para o Palmeiras e deu lugar ao compatriota Gustavo Gómez.

Com a queda do alvinegro na competição mais importante do país - foram 5 pontos conquistados nos últimos 18 disputados -, apenas o técnico Jorge Sampaoli se manteve entre os melhores do Brasileirão 2020.

A seleção do Bola de Prata após a 19ª rodada ficou dessa forma: Tiago Volpi (São Paulo), Isla (Flamengo), Gustavo Gómez (Palmeiras), Diego Costa (São Paulo) e Filipe Luís (Flamengo); Edenílson (Internacional), Gerson (Flamengo), Éverton Ribeiro (Flamengo) e Arrascaeta (Flamengo); Marinho (Santos) e Thiago Galhardo (Internacional). Técnico: Jorge Sampaoli (Atlético).

Em resumo, a seleção do primeiro turno terminou com representantes de seis times, sendo cinco jogadores do Flamengo, dois do São Paulo, dois do Internacional, um do Santos e um do Palmeiras; todos sob o comandado do argentino do Atlético.