A iminente chegada do lateral-esquerdo Guilherme Arana ao Atlético, além de ser vista como boa contratação por grande parte da torcida e também da mídia, abrirá uma disputa curiosa pela posição no alvinegro de Minas Gerais.

Um dos “filhos” de Fábio Santos no futebol, como o atual titular classifica o amigo e xodó, o jogador que pertence ao Sevilla, da Espanha, e que estava no Atalanta, da Itália, é uma das apostas da diretoria, que entrou na briga contra Palmeiras e outros gigantes para adquiri-lo em definitivo.

De acordo com o UOL, o ex-jogador do Corinthians, assim como Santos, deve assinar contrato de cinco anos com os mineiros e custar cerca de R$ 23 milhões aos cofres. Para selar as tratativas, até o fechamento desta edição, restavam alguns detalhes – a chegada do contrato era um deles.
 
MRV COMO PARCEIRA
Contando com o auxílio da MRV Engenharia, parceira antiga e que se dispôs a ajudar o clube nas idas ao mercado da bola, o Atlético terá o jogador de 22 anos como principal sombra do atual dono da posição, que fará 35 em setembro. Fábio, apesar de bastante contestado pelo 2019 ruim, fez 60 partidas e, mesmo com a “idade avançada”, mostra que a parte física segue em alta.
 
CAZARES, CLEITON E BUSTOS
Em relação ao equatoriano Cazares, a situação ainda não foi resolvida. Com proposta dos Emirados Árabes, o atual dono da camisa 10 segue treinando separado do grupo e aguardando uma definição.

Já o goleiro Cleiton, que defende a Seleção Brasileira no Pré-Olímpico, competição na qual é reserva de Ivan, da Ponte Preta, deve mesmo seguir para o Red Bull Bragantino. Em entrevista ao Globoesporte.com, inclusive, ele afirmou que a batida do martelo está “por detalhes”.

Por fim, aparece uma novidade no mercado. O atacante Nahuel Bustos, de 21 anos, foi sondado pelo Atlético, que busca reforços para o setor ofensivo. Contudo, de acordo com o presidente do Talleres, clube que defende atualmente, os brasileiros passaram longe dos 10 milhões de euros que pedem por cerca de 70% para vendê-lo.