O Cruzeiro inicia sua trajetória na Copa do Brasil 2021 nesta quinta-feira encarando o São Raimundo, de Roraima, às 19h15 (de Brasília), no Estádio Canarinho, em Boa Vista. O time celeste vai defender uma escrita que, se mantida, significa a classificação da equipe do técnico Felipe Conceição à segunda fase da competição.

A primeira etapa da Copa do Brasil é disputada em jogo único, sempre na casa da equipe pior classificada no ranking de clubes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), e com o visitante jogando pelo empate.

Assim, uma igualdade na capital roraimense é suficiente para o Cruzeiro seguir na competição e garantir a cota de R$ 1,35 milhão que é paga aos integrantes do seu grupo na segunda fase.

E para conquistar pelo menos um empate diante do São Raimundo-RR, que já tinha encarado nesta mesma etapa na edição de 2020 e se classificado com um 2 a 2, basta para a Raposa manter sua invencibilidade diante de clubes da região Norte em jogos válidos pela Copa do Brasil.
 
HISTÓRICO
Será a 167ª partida cruzeirense na segunda competição nacional de clubes. Isso em 24 participações de 32 possíveis, sendo que o Cruzeiro só não se classificou para as edições de 1992 e 1994, que tinham os participantes definidos pelos campeonatos estaduais.

Nos outros seis anos (2001, 2004, 2008, 2009, 2010 e 2011), a Raposa ficou de fora porque jogou a Libertadores e nessas temporadas um clube não poderia participar das duas competições.

Dos 166 jogos já disputados pelos celestes na Copa do Brasil, apenas sete foram contra clubes da região Norte, a menos enfrentada pela Raposa. E o retrospecto é de cinco vitórias e dois empates, resultados que garantem a vaga na segunda fase na próxima quinta-feira. São 40 jogos contra nordestinos, 30 confrontos com clubes do Sul e outros 12 contra equipes do Centro-Oeste.