O tempo é curto, a maratona de julho, após a parada do futebol brasileiro para a disputa da Copa América, é longa, e Cruzeiro e Atlético já deixam o clássico de ontem pelas quartas de final da Copa do Brasil de lado e passam a pensar nas suas partidas pela 11ª rodada da Série A.

Para a Raposa, o tempo é mais curto ainda, pois o time já estará em campo pelo Brasileirão no próximo sábado, quando encara o Bahia, às 17h, na Fonte Nova, em Salvador.

O time do técnico Mano Menezes não vence na competição há sete rodadas e por isso ocupa a 17ª posição, a primeira dentro da zona de rebaixamento.

E deixar essa incômoda situação é o objetivo cruzeirense, sendo que uma vitória sobre o Botafogo, domingo passado, no Mineirão, significaria a ida para a 15ª posição.

Até com um empate o Cruzeiro pode deixar o Z-4, pois Vasco e Fluminense, com os mesmos nove pontos do Cruzeiro, mas melhores nos critérios de desempate, abrem 1 11ª rodada fazendo o clássico carioca às 11h de sábado, em São Januário.

No caso do Atlético, que integra o G-4, o time recebe o Fortaleza, domingo, às 16h, pensando é na terceira posição.

Para o Galo subir ainda mais na tabela, além de vencer os cearenses, no Horto, precisará contar com pelo menos um empate do Flamengo diante do Corinthians, no mesmo horário, na Arena Corinthians, em São Paulo.