Com apenas uma vitória em 12 partidas, o América Vôlei não vem fazendo a Superliga que o torcedor esperava. O Coelho tenta, mas não consegue emplacar dentro da competição. Em uma análise geral, a equipe tem pouco a comemorar. 

Sem muitas opções, o América tem se apegado na qualidade de jogadores que vêm se destacando na competição para tentar de vez largar a vice-lanterna.

No encerramento do primeiro turno da Superliga, a equipe norte-mineira terminou com dois atletas destacados pela Confederação Brasileira de Voleibol: o oposto German Johansen, como melhor saque da competição, e o central Renan Machelucci Moralez, como melhor ataque do primeiro turno.

“Temos grandes jogadores e a prova disso são os prêmios que os atletas conseguiram no primeiro turno. O time vem crescendo a cada rodada, mas é importante salientar que participamos de um campeonato muito difícil e com adversário com nível muito alto”, avaliou o técnico Henrique Furtado.

Para ele, os jogadores vêm fazendo um trabalho bom. “Mesmo com o resultado que a gente gostaria de ter não ter sido de vitórias, mas a gente vem apresentando um vôlei de qualidade. Estamos sempre na busca permanente pela vitória e pelos pontos. Estamos aprendendo muito de um jogo para o outro e estamos buscando o crescimento constante dentro da competição”, avaliou o treinador.
 
CLÁSSICO
Precisando vencer a todo custo, o Coelho volta a jogar em casa, no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves, no clássico mineiro contra o Sada/Cruzeiro, atual líder da Superliga Masculina de Vôlei. A partida será neste domingo (19), às 20h, com transmissão do Canal SporTV.

O confronto é válido pela segunda rodada do returno e pode marcar a estreia de dois atletas de 17 anos, da categoria de base do time da capital mineira, e que foram emprestados ao Coelho: Vicenzo Gherard, central de 2 metros de altura, e o ponteiro Vitor Ramos, de 1,94m.
 
PREPARAÇÃO
O comandante Henrique Furtado diz que o time está se preparando para o clássico. “Sempre é uma honra enfrentarmos times do nível que estamos enfrentando. Estamos nos preparando para fazer uma grande partida neste domingo, em casa, diante da nossa torcida. Mesmo com a derrota para o Fiat Minas e depois para o Sesc-Rio, a equipe apresentou um crescimento. A gente trabalhou bastante e tivemos ataques promissores. Acredito que esta semana longa de preparação e estudos do adversário é importante para que a gente chegue perante o Sada Cruzeiro e faça uma grande partida”, destacou.