Cruzeiro e CSA jogam no Mineirão nesta quinta-feira, às 21h30, uma decisão de desesperados, já que os dois clubes lutam incansavelmente contra o descenso. Mandante, a Raposa voltou à zona de rebaixamento após a vitória por 1 a 0 do Fluminense sobre os próprios alagoanos, na última segunda-feira, e por isso o embate no Gigante da Pampulha é de crucial importância para o futuro do time celeste na Série A.

Só os três pontos interessam ao Cruzeiro nesta 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. É que o time azul foi goleado pelo Santos no último sábado, por 4 a 1, de virada, na Vila Belmiro, e precisa dos três pontos diante do CSA para tentar sair da zona perigosa.

Ao entrar em campo nesta quinta-feira, o Cruzeiro já saberá o resultado de seus principais concorrentes, pois Botafogo e Ceará jogaram na noite de quarta-feira, como visitantes, contra Chapecoense e Flamengo, respectivamente.

Já o Fluminense joga também nesta quinta-feira, contra o Palmeiras, mas a partida, que será disputada no Maracanã, começa às 19h30.

Ou seja, Abel Braga e seus comandados saberão o resultado desse duelo antes mesmo do apito inicial da partida no Mineirão. 
 
RETORNO
CSA e Cruzeiro voltam a se enfrentar no Mineirão após 33 anos. A última vez que ambos os clubes ficaram frente a frente no Gigante da Pampulha foi em 1986, no Campeonato Brasileiro daquele ano. E a Raposa levou a melhor com a vitória por 2 a 0, gols de Hamilton e Ernani. 

O Cruzeiro enfrentará no Mineirão o pior visitante da Série A do Campeonato Brasileiro de 2019. Em 17 jogos fora de casa, o CSA perdeu 13, empatou três e venceu apenas um, o Fluminense, no Maracanã, em agosto. É um trunfo, quem sabe, do time celeste para essa partida decisiva.

A escalação do Cruzeiro só será liberada por Abel Braga uma hora antes do confronto, no Gigante da Pampulha, mas é praticamente certo que Pedro Rocha voltará ao ataque do Cruzeiro, provavelmente na vaga de David.