"Faltou contundência". Essa foi a explicação do técnico Jorge Sampaoli para a segunda partida consecutiva do Atlético sem vencer no Campeonato Brasileiro. Entrevistado após o empate sem gol com o Fluminense, nesta quarta-feira (10), o comandante argentino destacou o domínio durante maior parte do confronto e lamentou a ineficiência na hora de finalizar.

"Acho que é convicção, decisão para concluir a situação que o time gera. Em casa somos uma equipe muito decisiva, mas fora nos falta um pouco mais de agressividade. Acredito que o time é muito jovem e essa disputa com time jovem, time novo, buscando coisas importantes, nos está custando um pouco", disse o treinador.

"É difícil no um contra um, uma equipe tão fechada atrás.  Tivemos rodeando o Fluminense por muito tempo na área, mas no faltou a convicção para definir a partida, similar ao que aconteceu com o Goiás", acrescentou.

Interesse que surgem são totalmente...  meu interesse é o que o Atlético esteja mais acima possível. Minha presença no time é, tenho muita esperança que esse time, que é novo, que formamos há muito pouco, tenha a oportunidade de concretizar alguma coisa importante. A mim o que interessa é que o time tenha três jogos importantes no final e ganharemos essas três partidas.

Interesse no Olympique de Marselha
Na mira do futebol francês, o técnico do Atlético foi questionado durante a coletiva, mas se esquivou na resposta.

"Meu interesse é que o Atlético esteja o mais acima possível. Minha presença no clube me dá uma esperança muito grande que o time possa conquistar algo importante. É um time novo, que formamos há pouco tempo. O que me interessa é que o time tem três jogos importantes nesta reta final e que vamos buscar ganhar essas três partidas", respondeu o argentino.