O momento de dificuldade vivido pelo Atlético na Série A do Campeonato Brasileiro já foi enfrentado por Internacional e Flamengo, seus concorrentes ao título e que neste momento lideram a competição, com 34 pontos, sendo que o Colorado leva vantagem no saldo de gols (15 a 11).

O lado positivo para a equipe de Jorge Sampaoli é que a queda de aproveitamento menos significativa, no momento de turbulência, é justamente do Galo.

O ponto negativo é que o Flamengo, dono do melhor grupo de jogadores do país e grande favorito ao título antes de começar o Brasileirão, tem seu melhor aproveitamento na competição (67%), consolidando uma campanha de recuperação.
 
DESEMPENHO
Com um jogo a menos que colorados e rubro-negros, o Atlético tem três pontos a menos que os dois. A partida atrasada é contra o Athletico-PR, na sexta rodada, por causa da decisão do Campeonato Mineiro, conquistado pelo Galo sobre o Tombense.

Vencendo esta partida, o time de Jorge Sampaoli alcançaria os mesmos 67% de aproveitamento de Internacional e Flamengo, mas superaria os dois no número de vitórias, pois chegaria a 11 e os dois concorrentes somam 10, cada.

Apesar da instabilidade, o aproveitamento atual do Atlético, de 65%, não é o pior do time neste Campeonato Brasileiro. Na 9ª rodada, após a derrota de 3 a 1 para o Santos, na Vila Belmiro, o alvinegro tinha conquistado 63% dos pontos disputados. Eram cinco vitórias e três derrotas em oito jogos, pois o confronto contra o Athletico-PR, pela 6ª rodada, foi adiado.

O momento complicado do Internacional foi vivido entre a 10ª e 13ª rodadas. Em quatro jogos, o Colorado somou apenas dois pontos, viu seu aproveitamento despencar de 74% para 56%, sua menor marca neste Brasileirão.

No caso do Flamengo, o início foi muito ruim. Na estreia, foi derrotado pelo Atlético, por 1 a 0, no Maracanã, e na segunda rodada, goleado pelo Atletico-GO, em Goiânia, por 3 a 0. A transição do comando entre o português Jorge Jesus e o espanhol Domènec Torrent foi traumática. Nos cinco primeiros jogos neste Brasileirão, o rubro-negro marcou apenas cinco pontos, aproveitamento de 33%.

Nos últimos 12 jogos, foram 29 os pontos conquistados, aproveitamento de 81%, maior até que os 78% alcançados no ano passado na impressionante campanha do título brasileiro de 2019.

Quem vai levantar a taça em 24 de fevereiro do ano que vem, quando será disputada a 38ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, é difícil prever. Uma certeza é de que dificilmente deixará de ser um integrante do trio formado por Internacional, Flamengo e Atlético, que dominam a competição nesta reta final de primeiro turno.