Participantes do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2019 têm até hoje para responder ao questionário que é requisito para obter o diploma, além de fazer as provas a serem aplicadas no próximo domingo. Não há a opção de preencher o formulário após esse prazo, alerta o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Neste ano, em todo o país, 434.859 ingressantes e concluintes de 29 graduações se inscreveram para os testes. A obrigatoriedade vale para quem está terminando os estudos.

Participam desta edição os matriculados em Ciências Agrárias, Ciências da Saúde e áreas afins, Engenharias e Arquitetura e Urbanismo e nos superiores de tecnologia de Ambiente e Saúde, Produção Alimentícia, Recursos Naturais, Militar e de Segurança.

A maior parcela de participantes estuda no Sudeste (46%). Em seguida, aparecem as regiões Nordeste (22%), Sul (16%), CEntro-Oeste (8%) e Norte (7%). As graduações com mais inscritos são Engenharia Civil (13%) e Enfermagem (9%). Mulheres são maioria, correspondendo a 53% dos cadastros no país.

Para visualizar o questionário, o estudante precisa se registrar no site do Enade 2019. É necessário selecionar a opção “Primeiro Acesso” para criar login e senha. O Inep solicita o número de CPF, além de um telefone e e-mail válidos.

Importância
O exame mede o desempenho dos universitários em relação a conteúdos programáticos, habilidades e competências para atuação profissional e conhecimentos sobre as realidades brasileira e mundial. No histórico escolar do aluno fica registrada a situação de regularidade em relação ao Enade.

As instituições de ensino também são avaliadas. Especialistas observam que o estudante precisa ter comprometimento ao participar do processo, uma vez que, como indicador de qualidade, o conceito do curso pode fazer com que o profissional se destaque no mercado de trabalho