A comunidade acadêmica do Centro Universitário Funorte viveu ontem uma noite histórica com o lançamento da TV Funorte e do Canal Universitário de Montes Claros, o primeiro da cidade. O evento reuniu os fundadores da instituição de ensino, Ruy e Raquel Muniz, gestores, professores, colaboradores e estudantes da rede de ensino.

A TV Funorte terá programas multitemáticos produzidos pela comunidade acadêmica e o Canal Universitário é comunitário, para utilização livre e compartilhada, com o objetivo de veicular a programação das TVs universitárias associadas. 

O Fundador da Funorte, Ruy Muniz, destacou que o canal está aberto para a produção das demais instituições de ensino da região, de forma a levar mais conhecimento, informação e gerar a interação do mundo acadêmico com a comunidade.

Dentro da programação será exibido um conteúdo educacional e atualizado de diversas áreas da graduação e da pós-graduação, de interesse público, com o objetivo de aproximar a academia e a sociedade através de entrevistas, debates, documentários e eventos ao vivo. Todo o conteúdo é de classificação livre, para todas as idades.

 
TV NO BRASIL
O Brasil possui atualmente 130 TVs universitárias, segundo Fabiano Pereira, presidente da Associação Brasileira das TVs Universitárias (ABTU), que participou ontem do lançamento. Ele ressalta que esses veículos são de extrema importância para a comunicação do país, principalmente nesse momento de pandemia.

“Não existe ambiente mais propício e criativo do que os veículos universitários”, disse Fabiano, ressaltando que elas são celeiro de talentos que abastece as bancadas de comunicação em todo o país. Ele parabenizou a Funorte pela coragem em investir na comunicação aliada ao ambiente acadêmico nesse período de pandemia.

Apresentadora de um dos programas que já está no ar na TV Funorte, o D’elas, a reitora da instituição, Raquel Muniz, afirmou que o canal já nasce robusto, em um centro universitário que, reforça a gestora, em breve se tornará universidade. 

O Canal Universitário de Montes Claros poderá ser acessado pelo canal 12 da Claro/Net TV.

Ruy Muniz anunciou que está em processo de autorização a criação de outros canais universitários para as demais instituições do grupo Soebras