Mais do que comemorar a formatura, estudantes de Direito do Centro Universitário Funorte queriam ajudar de alguma forma pessoas que têm enfrentado muitas dificuldades durante a pandemia. E conseguiram.

Durante a colação de grau simbólica, realizada na última quinta-feira, os formandos conseguiram arrecadar alimentos, brinquedos e material escolar.

A ideia de ajudar o próximo surgiu de uma das formandas. Barbara Yasmin imaginou uma campanha pelas redes sociais, proposta que logo foi aprovada por toda a turma. 

Durante a colação, foi colocado um ponto de apoio de arrecadação no espaço. Todos os convidados puderam levar doações que foram repassadas a Michele Pires, representando a coordenação do Serviço de Acolhimento Dona Joana Campos, que cuida de crianças de 0 a 12 anos em situação de vulnerabilidade social.

A campanha também foi realizada pelas redes sociais antes do evento, o que ajudou a arrecadar ainda mais doações.

“Esperamos que, com nossa iniciativa, incentivemos outras turmas a fazerem o mesmo pelo próximo. Quando a ideia foi cogitada, toda a turma aceitou de prontidão e estamos muito felizes em poder ajudar. Entendemos que não podemos ajudar todas as pessoas, mas cada um pode fazer algo por alguém”, explica a formanda Bianca Sales.

“Para mim, essa foi uma iniciativa exemplar e que fique para os próximos formandos porque, em um momento de tanta fragilidade da humanidade, ter essa atitude de amor em um momento de alegria deles é muito maravilhoso. Já começam a carreira com o pé direito pensando no próximo e fazendo o bem. Aplausos pela atitude deles”, afirma Jackeline Silva Batista, militar e convidada da formanda Luana Félix.

“É uma campanha que nos deixa com o coração aquecido. Nada melhor do que doar. Nosso serviço de acolhimento é mantido pela prefeitura, mas aceitamos doações, sempre bem-vindas. Ficamos muito lisonjeados com a atitude dos formandos”, diz Michele Pires.