Alunos do 10° período de Fisioterapia realizaram no Colégio Indyu a “Feira do Empreendedorismo”, coordenada pelo professor Marcus Caldeira, que ministra a disciplina “Gestão em Fisioterapia”. Os universitários apresentaram projetos e protótipos inovadores, com grande impacto social, e foram avaliados por banca de professores.

Segundo Marcus Caldeira, o objetivo do evento é estimular os estudantes a empreender na vida, na carreira e nos negócios, saber lidar com as ideias e executá-las e, além disso, avaliar os conhecimentos desenvolvidos na disciplina de Gestão. 

Foram apresentados 12 projetos de negócios, serviços, inovações e ideias, desenvolvidas por acadêmicos ao longo do semestre, sob a coordenação do professor. “Foram apresentadas em forma de protótipos e aplicativos e estamos satisfeitos com os resultados, pois cremos que os alunos entenderam a proposta e as ideias foram excepcionais”, explica Marcus.
 
EXTENSÃO
Segundo um dos avaliadores dos projetos, Jean Claudio Lafetá, “essa feira é de suma importância para os acadêmicos, pois, durante o curso, são apresentadas inúmeras atividades de extensão, de pesquisa e de ensino, para um embasamento científico teórico e prático na atuação profissional, porém a fisioterapia tende a ser inserida de uma forma dinâmica, para que o acadêmico tenha a formação mais ampla e entenda o empreendedorismo como uma das metas do sucesso profissional”.

“A atividade é muito interessante, pois evidencia um outro lado do curso que a matéria proporciona. Isso nos dá uma ideia geral de como montar o próprio negócio, que para a maioria dos fisioterapeutas é um sonho. E nos mostra as dificuldades que podemos enfrentar, além de proporcionar uma visão geral sobre o mercado de trabalho”, diz a aluna do 10º período de Fisioterapia Jéssica Diamantino.

SAIBA MAIS
Um dos trabalhos apresentados foi o “Back’s Bike”, criado pelos acadêmicos Ana Flávia, Hugo Leonardo, Lúcio Matteus, Mônica Martins, Paulo Tadeu e Talita Rubia. Trata-se de um dispositivo ergométrico para tratamento de membros superiores associados a membros inferiores, que busca oferecer ao usuário qualidade de vida, independência, melhoria da capacidade cardiovascular, funcionalidade e ganho de mobilidade articular, com aumento de força muscular.