Dois egressos do curso de Farmácia da Fasi foram aprovados em Residência Multiprofissional em Saúde da Família e Comunidade pela Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) Polo Taiobeiras. Dentre as oito vagas disponíveis, os profissionais alcançaram a 3ª e a 4ª classificações.

Coordenador do curso de Farmácia da Fasi, Jaime Rocha destacou a relevância destes resultados como reflexo do trabalho desenvolvido pela instituição.

“Nós somos profissionais farmacêuticos que trabalhamos em educação e, com ela, proporcionamos aos nossos acadêmicos a possibilidade de realizar o sonho de ser um profissional qualificado. Aprovações como estas representam confiança em nosso trabalho e a certeza de que estamos em um caminho de excelência”, cita o coordenador.

Jaderson Vinícius Cardoso de Souza alcançou a terceira colocação na lista de aprovados. Ele afirma que a instituição foi um dos influenciadores para sua conquista. “Ajudar pessoas e cuidar da saúde delas sempre foi meu foco. Escolhi a Fasi por ter a certeza do sucesso dentre as recomendações citadas por outros alunos. Tendo em vista que todo conhecimento que tive cursando a graduação estou praticando nos dias atuais, por meio de experiências vivenciadas e aprendidas em sala de aula. Por meio desse aprendizado, senti grande afinidade com saúde pública, em poder ajudar o próximo com qualidade e destreza que todos merecem”, explica o egresso.

Também aprovada, Cleita Pinheiro de Almeida fala sobre sua preparação para a prova. “Desde a graduação já sabia que seria uma das primeiras coisas a tentar assim que formasse. Comecei a estudar antes da divulgação do edital, pois como trabalhava durante todo o dia, tinha que aproveitar o pouco tempo que restava. O primeiro passo foi tomar conhecimento do nível da prova da residência. Baixei todas as provas anteriores, inclusive de outras residências, e comecei a estudar por elas. Confesso que de início foi um pouco assustador, então, resolvi procurar outro método de ensino que me ajudou bastante, as vídeo-aulas. Intercalava resoluções de questões com vídeo-aulas e muita leitura constantemente”, explica.
 
DIFERENCIAL
A residência é o objetivo de muitos egressos do curso por ser um diferencial no currículo profissional. Jaderson frisa a relevância desta experiência para a sua formação e destaca as habilidades que irá aperfeiçoar por meio da residência.

“Com esta experiência, conseguirei melhorar atuações de acolhimento ao usuário, resolução de casos clínicos identificando pontos estratégicos de deficiência, seja em sua terapia medicamentosa ou hospitalar, territorializa-ção do meio em que se atua, atendimento a pacientes com doenças crônicas, como hipertensão arterial, diabetes, DPOC, tabagistas, etilistas, dentre outras habilidades. Pretendo sempre continuar com capacitação acadêmica e um dia poder compartilhar cada vez mais com outros profissionais/docentes/discentes”, explica o profissional.

Com grandes expectativas, o farmacêutico fala, ainda, sobre o que esta conquista representa para sua vida. “Este resultado é um marco em minha vida, sempre foi um sonho poder estar diretamente relacionado ao meio público de saúde, e assim, compartilhar todo meu conhecimento com todos os usuários. Profissionalmente com carga horária de 60h/semanais, a residência somará pontos inigualáveis em que, futuramente, será de um peso muito grande em meu currículo”, revela.

Cleita finaliza destacando seus planos para o futuro. “Pretendo buscar novos conhecimentos e, consequentemente, melhor atender às exigências do mercado de trabalho e me tornar uma profissional realizada”, concluiu a egressa.