Participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será aplicado nos dias 3 e 10 de novembro, poderão usar documentos vencidos para identificação nos dias do exame. Essa é uma novidade na aplicação deste ano.

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), esses documentos, no entanto, devem ser originais e conter foto. Cópias simples, autenticadas em cartório ou documentos sem foto não serão aceitos pelos aplicadores.

Todos os candidatos inscritos no Enem deverão apresentar um documento de identificação para fazer as provas. O MEC alerta que quem apresentar a via original do documento oficial de identificação que esteja danificada, ilegível, com foto infantil ou que inviabilize a sua completa identificação, ou de sua assinatura, poderá realizar o Enem, desde que se submeta à coleta de dado biométrico, de informações pessoais e da assinatura em formulário oferecido pelo aplicador.

Participantes que perderem ou tiverem o documento roubado ou furtado deverão apresentar boletim de ocorrência, expedido por órgão policial há, no máximo, 90 dias do primeiro domingo do exame. Os candidatos também terão que se submeter a coleta de dados e assinatura de formulário.

Só serão aceitos documentos físicos. Documento digital em aparelho de celular não poderá ser usado como identificação. 

SAIBA MAIS
Documentos admitidos 
Identidade (RG) emitida por secretarias de Segurança Pública, Forças Armadas, PM ou PF; Identidade expedida pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública para estrangeiros; Registro Nacional Migratório; Identificação fornecida por ordens ou conselhos de classe como identidade; CTPS emitida após 27 de janeiro de 1997; Certificado de Dispensa de Incorporação; Certificado de Reservista; Passaporte; CNH com fotografia; Identidade funcional (Decreto 5.703/06)

*Com Agência Brasil