Economia

Pequenos negócios têm vagas em MOC

Setor responde por 7 em cada 10 vagas criadas em Minas no 1ª semestre; MOC contratou 1877

Larissa Durães
Publicado em 16/08/2022 às 22:20.
Restaurantes e similares: segundo segmento que mais vagas ofereceu em Minas Gerais durante o primeiro semestre (LARISSA DURÃES)

Restaurantes e similares: segundo segmento que mais vagas ofereceu em Minas Gerais durante o primeiro semestre (LARISSA DURÃES)

Minas Gerais geraram um saldo de 99.419 vagas criadas por micros e pequenas empresas (MPE), conquistando o posto de segundo estado do Brasil com mais vagas no segmento no primeiro semestre de 2022. O total corresponde a 78,8% do total de postos de trabalho criados no período.  O saldo de contratações nas MPE mineiras entre janeiro e junho deste ano, apesar de positivo, foi 15,7%, menor em relação ao primeiro semestre de 2021. Aponta o Sebrae Minas, com base nos dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). 

“Quando se analisa especificamente os dados temos uma impressão, mas quando comparados ao exercício anterior, vemos que temos um déficit na geração de empregos. Vemos uma tendência de crescimento, de contratações em Montes Claros, mas ainda estamos aquém dos níveis do exercício anterior”, avalia o presidente do Sindicato do Comércio de Montes Claros (Sindcomércio), Glenn Andrade. 

As atividades com o melhor desempenho na geração de empregos em Minas Gerais foram: construção de edifícios (4.880), restaurantes e similares (4.279) e outras obras de engenharia civil (2.827).

No saldo de vagas por municípios, Montes Claros ocupa a décima colocação, com 1.877. BH lidera (17.796), seguida por Uberlândia (5.147), Contagem (3.888), Nova Serrana (3.099), Patos de Minas (3.023), Betim (2.679) e Uberaba (2.191), Juiz de Fora (2.175) e Nova Lima (1.945).

Para o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Montes Claros, Hernandes Ferreira, as MPE hoje, são uma das maiores agregadoras de trabalho e quem mais tem número de ocupação no geral. “Para se ter uma ideia, hoje na CDL, quase 70% e 80% dos associados são micro e pequenas empresas. Então essas empresas são muito dinâmicas”, explica.  

Para Hernandes, da mesma forma que perdem rápido os funcionários, contratam muito rápido.  

“E temos observados aqui em Montes Claros, muitos pequenos negócios em grande quantidade que quando se junta vários e cada um contrata um ou dois funcionários, é como se fosse uma grande indústria”, destaca.  

Dos números do Sebrae, é que Montes Claros ficou bem posicionado no estado de MG. 

“Vemos que em outras cidades, tem um fator macroeconômico diferente de Montes Claros, como Nova Serrana, que tem muitas pequenas indústrias de calçados, que está em plena expansão inclusive até com carência de mão de obra, contratando. Cidades de agronegócio que pega empregos sazonais, e Montes Claros tem uma estabilidade que o ano todo ela contrata, porque são muitos pequenos negócios que vimos abrindo em Montes Claros, nesse primeiro semestre e no segundo semestre sempre é melhor, o pessoal contrata mais porque começa a abrir mais negócios e por isto surge mais serviços”.

Compartilhar
Logotipo O NorteLogotipo O Norte
E-MAIL:jornalismo@onorte.net
ENDEREÇO:Rua Justino CâmaraCentro - Montes Claros - MGCEP: 39400-010
O Norte© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por