cultura

Rir para não chorar

Montes Claros recebe mostra de cinema gratuita com a temática da comédia

Alexandre Fonseca
Publicado em 22/09/2022 às 15:01.
 (Divulgação)

(Divulgação)

Em parceria com o Cinema Comentado de Montes Claros, a mostra cinematográfica belo-horizontina “Curta-circuito” está em cartaz na cidade desta sexta-feira (23) até domingo (25). Com programação totalmente gratuita, incluindo debates sobre a comédia brasileira, o “Curta-circuito” exibirá filmes de três momentos diferentes do fazer cinematográfico nacional, passando pela “velha guarda” até a “comédia feminina contemporânea”.   

Com duas décadas de história, o evento já reuniu um público de mais de 82 mil pessoas, em quase cinco mil sessões apresentadas. "O Curta Circuito já atuou em 18 cidades dos estados de Minas Gerais, São Paulo, Bahia e Pará e atualmente está presente em Belo Horizonte, onde tem como “sede” de suas exibições o Cine Humberto Mauro, e nos municípios mineiros de Montes Claros e Araçuaí. Já passaram pelo projeto convidados como Nelson Pereira dos Santos, Zé do Caixão, Sidney Magal, Othon Bastos, Antônio Pitanga, Nelson Xavier, Darlene Glória entre outros" comenta, conta a diretora do projeto, Daniela Fernandes.

Além de ser referência, em Minas Gerais e no Brasil, de espaço para debates críticos sobre as produções da sétima arte, o projeto também atua na preservação da memória do cinema nacional. Em 2013, recebeu o 'Mention do D'Hounner' em Milão, pela restauração do filme “Tostão, a fera de Ouro”, da década de 1970.

Para a edição de 2022, o tema "Fézinha Tupiniquim - Comédia brasileira, ontem e hoje" traz a abordagem do humor, da década de 1970 até 2020, em um momento dramático para o brasileiro. “Veremos o riso, a hipocrisia, o grito de vida, o sexo, a vontade de ser feliz e o preconceito mais cretino”, comenta a curadora do projeto, Andrea Ormond.

Em três dias de exibição, a missão do "curta" será a de "em uma época tão difícil, será divertir o respeitável público e gerar uma nova fortuna crítica, novos olhares e uma experiência calorosa de reflexão sobre o cinema. A ordem é entrar no cinema e rir. Rir para não chorar”, complementa Andrea.

"Uma das coisas mais importantes do Curta-circuito é o fato dele oferecer a comunidade norte-mineira o acesso a filmes do cinema nacional, além do resgate desses filmes. São produções cinematográficas fora do eixo de mercado tradicional, então, as pessoas têm a chance de ver ou até mesmo rever esses títulos", comenta a diretora do Cinema Comentado de MOC, Vanessa Araújo.

 SERVIÇO

As sessões serão realizadas no Conversos Cultural, na Av. Cel. Lopinho, 28 – Morada do Parque.

Programação

 23/09 (sexta)

19h Abertura

19h15 - Sessão 1: Como ganhar na loteria sem perder a esportiva – Dir. J. B. Tanko | RJ, 1971, 95 minutos

 24/09 (sábado)

17h - Sessão 2: Onda Nova – Dir. José Antônio Garcia e Ícaro Martins | SP, 1983, 98 minutos

19h - Sessão 3: Eu não quero falar sobre isso agora – Dir. Mauro Farias | RJ, 1991, 91 minutos

 25/09 (domingo)

18h - Sessão 4: Solteira quase surtando – Dir. Caco Souza | RJ, 2020, 86 minutos

Compartilhar
Logotipo O NorteLogotipo O Norte
E-MAIL:jornalismo@onorte.net
ENDEREÇO:Rua Justino CâmaraCentro - Montes Claros - MGCEP: 39400-010
O Norte© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por