Em seus 11 anos de existência, a Academia Feminina de Letras de Montes Claros (AFLMC) prepara a publicação da 8ª Antologia “Elas por Elas”. A obra inclui artigos escritos por confreiras sugeridas pela confreira e doutora em Literatura Ivana Rebello.

O trabalho traz relatos de mulheres escritoras brasileiras que influenciaram a vida do público feminino na escrita e na busca de seus ideais literários. E por ser 2020 o ano do centenário de nascimento de Clarice Lispector, a antologia presta também uma homenagem à escritora. 

O lançamento acontecerá em outubro, em data ainda a ser divulgada. Terá como tema “Outubro Rosa Literário”, em parceria com a campanha educativa de conscientização sobre a importância da prevenção do câncer de mama e de colo de útero. 

“São textos bem produzidos, sob rigorosa pesquisa e com experiências vivenciadas pelas escritoras”, diz Terezinha Campos, atual presidente da AFLMC.

HISTÓRICO
As antologias começaram a ser publicadas na presidência da escritora Marta Verônica Vasconcelos Leite. A primeira delas foi “Testemunhas da História”, uma homenagem aos 50 anos da Unimontes. Isso porque, segundo a escritora, a maioria das confreiras foram alunas ou professoras da universidade, como é o caso dela.

Para Marta Verônica, publicar no Brasil não é nada fácil, mas ela acredita que essas memórias, contos e poesias que elas disponibilizaram ao público já é, por si só, uma importante contribuição para os registros da história da mulher montes-clarense e norte-mineira.

“Tenho certeza que será motivo de pesquisas no futuro. Depois de ‘Testemunhas da História’, foram publicados ‘Universo Feminino’ e ‘A mulher e o trabalho’, importantes registros sobre o trabalho de mulheres desde a sociedade pré- industrial. E como trabalharam nossas ancestrais”, conta.

A quarta antologia fala sobre a cidade, e ela acredita ser uma das mais bonitas: “Caminhos de Montes Claros”. 

“Fizemos a antologia ‘A mulher e a música’. A sexta antologia também homenageia as mulheres norte-mineiras: ‘Flores do Cerrado’. Depois disso, a presidente Felicidade Patrocínio fez mais uma que chamou apenas ‘Antologia’”, conta Marta Verônica.
 
SOBRE A AFLMC
A AFLMC foi fundada em junho de 2009, pela professora e acadêmica Yvonne de Oliveira Silveira. Congrega escritoras, poetas, romancistas, cronistas, humanistas, professoras, jornalistas e demais intelectuais femininas em 40 cadeiras, que homenageiam 40 patronas. Intelectuais que nasceram ou atuaram em Montes Claros, em favor da educação e da cultura.