O artista plástico montes-clarense Makoffe promete expressar todo o seu talento, criatividade e arte da forma mais mineira possível: por meio do café. E se você acha que isso quer dizer que irá tomar um cafezinho enquanto aprecia as obras do rapaz... Nada disso.

O cheiro do café pode até ser percebido, mas porque a bebida tão tradicional entre os mineiros é usada na produção das telas. Isso mesmo! O rapaz usa o café para produzir os trabalhos que serão expostos no Museu Regional do Norte de Minas (MRNM) a partir de amanhã.

O lançamento da exposição virtual “Sobre Rosas, Cachos, Sonhos... e um bom café” será às 10h. 

Com apenas 23 anos, Makoffe se destaca por um trabalhado diferenciado, que evoca memórias olfativas e visuais no público, com obras nada convencionais.

Para a historiadora Karine Dias, o artista foi convidado para integrar a programação de ações virtuais em celebração ao mês da Consciência Negra – a data é celebrada nesta sexta-feira (20).

“As ações virtuais do MRNM giram em torno de atividades educativas com a temática ‘Identidade e Consciência da Nossa Ancestralidade’, que está apresentando vários posts de personalidades negras ou que ficaram por muito tempo à margem da história do Norte de Minas, como Tuia, Júlio Galinheiro, Mestre Zé Faria, Francisco Cardoso, Aparecida Bispo, Manoel Quatrocentos, dentre outros”, pontua Karine.

Segundo ela, todo o levantamento foi feito pelas educadoras do museu Dayane Botelho e Isabella Lima. Já o mediador André Luiz ficou responsável por vídeos temáticos sobre a Cultura e Resistência Negra. 

Toda programação pode ser conferida nas redes sociais do MRNM no Instagram e Facebook, de forma gratuita. A programação é coordenada pelo diretor do museu, professor José Roberto Lopes de Sales, e a historiadora Karine Dias.

SAIBA MAIS
Makoffe é Maikon Douglas Gonçalves de Oliveira, um apaixonado pelos desenhos na TV, o que teve muita influência para ele na infância. “Meu nome é muito suscetível a apelidos – Maikola, Maikão, Maikinho. Aí tive a ideia de associar o nome do café ao meu próprio nome, já que eu faço arte com café”, explica.

Na escola onde estudava, havia muita competição. Os colegas eram bem inspirados a desenhar e juntos tentavam reproduzir os desenhos que passavam na TV. Apesar do ambiente ser bastante divertido, ele confessa que sempre perdia.
Mas o que importa mesmo é que seu sonho vai virar realidade nesta sexta-feira, em que é celebrado o Dia da Consciência Negra. Enquanto isso, o artista finaliza todos os detalhes da exposição e também divide o tempo trabalhando num call center.
 
“Quero me profissionalizar no ramo da arte mesmo, buscar um espaço nesse lugar. Ficar independente de um trabalho em uma empresa. Ter a minha própria empresa a partir da minha arte”, conta.
 
Quem quiser acompanhar e encomendar o trabalho do artista, basta segui-lo no Instagram: @makoffe.

Lançamento da exposição virtual “Sobre Rosas, Cachos, Sonhos... e um bom Café”
Onde:
Museu Regional do Norte de Minas
Quando: 20/11, às 10h
Local: Facebook e Instagram do Museu Regional do Norte de Minas