A dupla Sérgio e Rodrigo se prepara para lançar o primeiro DVD e para uma temporada de shows em Goiânia. Juntos há cinco anos, Sérgio e Rodrigo dizem que a música é uma grande paixão



Jerúsia Arruda


Repórter


jerusia@onorte.net



Eles são jovens, bonitos e... solteiros. Numa fase da vida em que a maioria prefere pop, rock ou axé, a música sertaneja foi uma paixão assumida a duras penas. Depois de cinco anos juntos, Sérgio Felipe e Luis Rodrigo – a dupla Sérgio e Rodrigo – continuam persistindo no sonho de terem seu trabalho reconhecido pelo público de todo país e se preparam para novos vôos.






Juntos há cinco anos, Sérgio e Rodrigo se preparam para novos vôos


(foto: divulgação)



Cantando em praças públicas, bares, rodeios, bailes e feiras agropecuárias de toda região, Sérgio e Rodrigo hoje são conhecidos por todo Norte de Minas e, aos poucos, vêm abrindo espaço e conquistando o público por toda Minas Gerais e algumas cidades de outros estados.



- Recentemente estivemos em Goiânia, onde fizemos a abertura do show do cantor Leonardo e fomo muito bem recebidos pelo público. Estamos nos preparando para retornar à cidade onde pretendemos ficar por uma temporada. Goiás é o berço da música sertaneja e é de lá que vem os maiores artistas brasileiros no estilo. Ter o reconhecimento do público goiano é uma vitória em dobro – comemora Sérgio.



Apesar das dificuldades, do pouco espaço para trabalhar, Sérgio diz que, talvez por manterem a dupla em constante atividade, nunca lhes falta trabalho.



- Felizmente há espaço para todos, mas a demanda de trabalho na região não é muito grande. Reconheço que a experiência que adquirimos ao longo desses cinco anos nos ajuda a abrir espaço no mercado e por isso buscamos melhorar cada vez mais a qualidade de nossos shows, fazendo por merecer esse reconhecimento que nos é dispensado – diz Sérgio.



Apesar disso, Sérgio diz que em Montes Claros falta incentivo para os artistas.



- Temos ótimos espaços que poderiam ser melhor aproveitados e que representam um importante palco para o artista, como o Mercado Municipal, que está sempre lotado nos fins de semana, a Feira de Artes e Artesanato, que acontece nos domingos e que também recebe grande público. São espaços importantes que poderiam ser abertos para o artista mostrar seu trabalho – argumenta o cantor.



No 4º Cd no ano passado, gravado em um show em Diamantina, com o título Ao vivo em Diamantina, a dupla ousa em seu 4º Cd, que traz seis faixas autorais.



- Sempre mesclamos músicas nossas com outras já conhecidas para chegarmos mais facilmente ao público, mas nesse Cd arriscamos mais e, das 16 faixas, seis são autorais. Curiosamente, em todos os shows a música mais pedida é nossa - Doendo em Mim que, inclusive, as outras duplas da região também estão tocando porque as pessoas pedem nos shows – conta Sérgio.



Sérgio e Rodrigo reuniram as imagens desse mesmo show para preparar o primeiro DVD, que está em fase de edição.



OUTRAS TERRAS



No ano passado, Sérgio e Rodrigo fizeram uma temporada de shows em Portugal e dizem ter se surpreendido com a receptividade dos portugueses e com a emoção dos muitos brasileiros que vivem na terrinha, muitos, inclusive, que ainda não voltaram uma vez sequer ao Brasil depois que se mudaram para lá.



Com público que definem de mamando a caducando, Sérgio e Rodrigo se dizem mais maduros e preparados para encarar os desafios que a profissão exige.



- Estamos juntos há cinco anos, e sabemos que, quanto mais nosso trabalho cresce, mais nos privamos do convívio com nossos familiares. Por isso é preciso estarmos preparados para os desafios impostos pela profissão e sabermos que, do mesmo jeito que podemos fazer muito sucesso, também podemos não chegar a lugar nenhum.O mais importante é sabermos aproveitar cada momento, cada fase de nossa carreira, tanto para consolidar nossa proposta, que é cantar com prazer, com amor pela música.Com humildade e muita vontade de vencer, acreditamos estar no caminho certo – concluem.



________________________________


Sérgio e Rodrigo


Toda quinta-feira no Bombar e toda sexta-feira no Sapucaia Grill, em Montes Claros


Dia 14 de abril no Casablanca, em Buritizeiro