É estável o estado de saúde da menina de 3 anos agredida a golpes de machado pela mãe em Rio Pardo de Minas, na comunidade rural de Curralinho. O crime aconteceu na última terça-feira. A garota foi encaminhada para o hospital de Taiobeiras com traumatismo craniano e transferida ontem para a Santa Casa, em Montes Claros, onde passou por avaliações médicas. 

Segundo a Polícia Militar, a mulher de 30 anos não aceitava o fim do relacionamento com o pai da menina e, por isso, quase matou a filha como forma de vingança. O pai e o filho mais velho encontraram a vítima desfalecida e ensanguentada no quintal de casa, enquanto a agressora ouvia música alta e consumia bebidas alcoólicas. 

Segundo a assessoria de comunicação da Santa Casa, a criança passará por vários procedimentos médicos e está recebendo acompanhamento de especialistas em neurologia e cirurgia. 

A Polícia Militar foi acionada pela própria mãe da menina. Em depoimento, ela confessou o crime e confirmou que agrediu a filha para se vingar do ex-marido. O machado foi apreendido e encaminhado para a perícia. 
 
PRISÃO
A mulher, autuada por tentativa de homicídio qualificado pela falta de possibilidade de defesa da vítima, foi levada para o presídio de Taiobeiras. Segundo a Polícia Civil, a pena para esse tipo de crime é de 12 a 30 anos de reclusão. Na delegacia, a mãe não quis comentar o crime e disse que só falaria em juízo.