A Polícia Civil prendeu ontem o suspeito de um latrocínio ocorrido no início de março, no bairro Cidade Nova, em Montes Claros. O homem de 27 anos, que já tem três passagens pela polícia por crimes de roubo, receptação, porte ilegal de armas e adulteração de veículos, confessou que atirou no rapaz ao tentar roubar uma corrente de ouro. 

Segundo a Polícia Civil, o suspeito agia sempre do mesmo jeito. Ele abordaria as vítimas em uma bicicleta e com muita violência, utilizando uma arma de fogo. Em todos os roubos, ele foi reconhecido pelas vítimas. No último crime, teria baleado o rapaz na barriga. 

Na casa do suspeito foi encontrada a bicicleta usada nos assaltos e a roupa que ele usou no dia do latrocínio. 

“No dia do crime, começamos a monitorar o suspeito. Analisamos várias câmeras de segurança de locais particulares e do olho vivo. É uma prisão importante para que a gente possa diminuir a sensação de insegurança em Montes Claros”, disse o delegado de Homicídios, Bruno Rezende. 

O homem, morador do bairro Vera Cruz, foi encaminhado para o Presídio Regional de Montes Claros.