Um mulher de 35 anos, secretária da Câmara Municipal de Santo Antônio do Retiro, na região Norte de Minas, próximo a Salinas, foi morta a tiros pelo ex-marido na manhã desta segunda-feira (11).

Segundo informações da Polícia Militar, o prédio onde funciona a Câmara é o mesmo onde moram os pais do suspeito e, por isso, ele tinha livre acesso ao local do crime.

Ele teria entrado na sede do Legislativo pela parte dos fundos, tomou um café com a funcionária da limpeza e depois foi procurar a ex-mulher. Ainda de acordo com a PM, ele teria dito a ela que assinaria os papéis do divórcio. Mas quando a mulher foi se levantar para tirar cópias dos documentos, ele começou a atirar.

Os tiros atingiram o rosto da vítima que morreu no local. Após o assassinato, o suspeito se entregou à polícia. Ainda segundo a PM, a ex-mulher tinha uma medida protetiva contra o marido.

O suspeito foi preso em flagrante e levado para a Delegacia de Polícia Civil de Rio Pardo de Minas. Segundo ele, a ex-mulher estaria lhe traindo, mas a polícia apurou que eles já estavam separados há mais de um ano.