Uma república de estudantes tem tirado o sono dos moradores do bairro Ibituruna, em Montes Claros, no Norte de Minas. Em menos de uma semana, a polícia apreendeu três “encomendas” de entorpecentes enviadas para o endereço pelos Correios. 

A denúncia sobre a última entrega ocorreu na madrugada dessa segunda-feira (27). Os militares interceptaram cinco envelopes com cogumelos alucinógenos. Conforme a Polícia Militar, as drogas foram recebidas pelo proprietário do imóvel. 

O destinatário é sempre a mesma pessoa, um estudante universitário que mora na república há pelo menos um ano. Em nenhuma das ocorrências o rapaz estava em casa para receber as “encomendas”. O detalhes das cartas é que nenhuma delas constava o nome do remetente, apenas dados de destinatário.

A PM informou que já identificou o estudante e também quem enviaria as cartas contendo as drogas. Os materiais foram apreendidos e encaminhados para a Superintendência da Polícia Federal, em Montes Claros, que não se pronunciou. Até o momento, ninguém foi preso.
 
RECEIO
O proprietário do imóvel, que pediu para não ter o nome divulgado, disse que está temeroso com entregas. “O estudante é uma boa pessoa. Nunca me deu trabalho, mas não sabemos quem está mandando essas cartas com objetos ilegais”, disse.  
No dia 21, os militares apreenderam 66 comprimidos de ecstasy na república de estudantes. O entorpecente havia sido entregue em uma carta. Na última quinta-feira (23), outro envelope foi entregue contendo mais de 50 buchas de maconha.