A Polícia Civil prendeu um dos criminosos mais procurados do Norte de Minas, Adriano Miranda Barbosa de Melo, conhecido como Tripa. Ele seria um dos líderes de uma organização criminosa sediada em Janaúba. Além de tentativa de homicídio, o homem também é acusado de liderar diversos ataques a agências bancárias no Norte de Minas. 

Adriano estava escondido em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, quando, por meio de investigações, a Polícia Civil de Janaúba descobriu o paradeiro. A prisão ocorreu na manhã de ontem. 

Segundo a polícia, Tripa tentou matar o integrante de grupo criminoso rival em frente ao fórum da cidade de Janaúba. 

Neste ano, ele esteve envolvido, ainda segundo a polícia, em explosões de agências bancárias nas cidades de Serranópolis de Minas, Riacho dos Machados e Catuti. 

De acordo com o delegado regional de Janaúba, Bruno Fernandes, a quadrilha de Tripa tem pelo menos 15 envolvidos. “O grupo era muito bem organizado e eles sempre estavam prontos para enfrentar a polícia. Acreditamos que o dinheiro dos roubos das agências bancárias era usado para financiar o tráfico de drogas no Norte de Minas”.

No mês de janeiro, ainda de acordo com investigadores, Tripa e outros comparsas foram até a cidade de Pai Pedro, onde planejavam matar policiais militares da cidade. O plano foi descoberto pela corporação.