Júlio César não esperou para nascer. Veio ao mundo do jeito que deu, dentro de uma viatura do Samu, na BR–401. Lindaura Angélica Santos Almeida, de 28 anos, estava sendo transferida de Verde-lândia para o hospital em Jaíba quando entrou em trabalho de parto.

A gestante procurou uma unidade estratégica da saúde na cidade onde mora com a família. De lá o Samu foi acionado, pois na cidade não há hospital. As demandas são transferidas para Jaíba, 30 quilômetros distante.

Durante o percurso, os intervalos entre as contrações se tornaram mais breves e o motorista Welison Oliveira Miranda e a enfermeira Janey Kelli Faria tiveram que realizaram o parto. Júlio César nasceu às 19h38 pesando 2,88kg.

“Esse é o terceiro parto que faço na viatura. Somos preparados para lidar com qualquer tipo de situação, principalmente as trágicas. Fazer um socorro desses é muito gratificante”, disse Welison.

Mãe e filho passam bem.