O prefeito de Montes Claros assinou ontem contrato de vigilância eletrônica para fazer a segurança em 182 prédios públicos municipais. O sistema irá substituir os vigias demitidos no início do ano passado. O custo do serviço será de R$ 421 mil ao ano. 

Na solenidade de assinatura, o prefeito afirmou que “o modelo reina no país inteiro”, sem citar exemplos. 

Ao assumir a prefeitura, Humberto Souto exonerou os vigias do município. De lá para cá, foram vários arrombamentos e depredações a escolas, postos de saúde e outros prédios. Mas, ontem, o prefeito avaliou, durante coletiva, que o número de ocorrências “foi pequeno”.

O chefe do Executivo ainda disse que o sistema deve estar funcionando em um ano. “Terão até um ano para o serviço estar concluído em sua totalidade para funcionar integralmente, embora cada secretaria vá implantar juntamente com a empresa e tomar as providências”, disse.