O presidente da República, Michel Temer, visitou ontem Patos de Minas, no Alto Paranaíba. Acompanhado do ministro das Cidades, Alexandre Baldy, do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles e da deputada federal Raquel Muniz, Temer inaugurou uma sala cirúrgica no hospital São Lucas e participou da cerimônia de entrega de 627 unidades do programa Minha Casa Minha Vida. Esta foi a primeira vez em que um presidente civil visitou Patos de Minas. 

No hospital São Lucas, o presidente conheceu as instalações e as obras no setor de cardiologia, que está sendo ampliado. Com 95% dos procedimentos bancados pelo Sistema Único de  Saúde (SUS), a instituição tem hoje 50 leitos de Centro de Terapia Intensiva e está credenciada para ter outros 20. Também atende 600 pessoas na oncologia e 240 na hemodiálise.

Durante a visita, o presidente Temer pôde conferir a qualidade do trabalho feito no São Lucas e observar a importância de aumentar aportes para a saúde pública da cidade. 

“O investimento no hospital em Patos de Minas beneficia não somente a cidade, mas todo o entorno, já que é um polo na região. As melhorias na área de oncologia têm sido fundamentais para atender pacientes da região, o que evita que os pacientes viajem para fazer o tratamento em Uberlândia, Belo Horizonte ou Barretos (interior de São Paulo)”, diz a deputada federal Raquel Muniz, uma das integrantes da comitiva que recebeu o presidente.

Segundo ela, a visita também foi uma oportunidade para solicitar investimentos na infraestrutura de Patos de Minas. 

“As 627 casas entregues ficam em um ótimo condomínio, um dos melhores do país, com avenidas largas e arborizadas. Aproveitamos para falar sobre a importância da melhoria das vias de acesso ao conjunto, já que estão previstos outros empreendimentos na região. O ministro das Cidades garantiu que vai dar uma atenção a essas solicitações”, afirma a deputada.

Uma das casas entregues aos moradores já estava mobiliada. A escolha foi feita por meio de sorteio. Durante a solenidade, o presidente Michel Temer fez publicamente um pedido à construtora para mobiliar mais duas residências, o que foi prontamente aceito e será feito nas próximas semanas, de acordo com o diretor de Habitação de Patos de Minas, José Ricardo Peres.