O ano de 2017 foi marcado por episódios de arrombamento em locais de responsabilidade da Prefeitura de Montes Claros. Aparentemente, 2018 também será assim. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) foi assaltada no primeiro dia do ano. O suspeito levou uma televisão, notebook e duas câmeras fotográficas. 

De acordo com a Guarda Municipal, o suspeito aproveitou que a secretaria estava vazia por causa do feriado, arrombou a porta principal e levou os eletroportáteis de bicicleta pela avenida Vicente Guimarães, que fica próxima a Semma. Durante a fuga, uma viatura da Polícia Militar achou a ação suspeita e abordou o homem de 35 anos que acabou confessando o crime. Os equipamentos foram recuperados e o assaltante, preso. 

A Semma fica na avenida Côrrea Machado, no bairro Ibituruna, no mesmo espaço onde fica a sede da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad). Apesar dos dois órgãos estarem no mesmo terreno, são independentes, por isso, há vigias noturnos somente no espaço de responsabilidade do Estado. 

A prefeitura disse que o monitoramento da segurança das instituições públicas seria feito através de câmeras de segurança. Contudo, até o momento, os equipamentos não foram instalados. 

Assim, os patrimônios de responsabilidade do município ficaram vulneráveis a ações de vândalos. Pelo menos nove escolas foram arrombadas ou depredadas em 2017. Também houve invasões nos postos de saúde e abrigos municipais.