A retirada de uma das linhas de ônibus que passa pelo Jardim Primavera provocou manifestação de moradores nas redes sociais. De acordo com as publicações, a Empresa Municipal de Planejamento, Gestão e Educação em Trânsito (MCTrans) teria abolido a linha 3301, e a que sobrou seria, segundo a população local, insuficiente.

“Infelizmente eles se preocupam apenas com a parte que cabe a eles, o resto que se dane”, disse Higor Borges em um dos comentários na rede.

Já Franciele Santos argumentou que os poucos ônibus que circulam na região estão precários. “A gente tem que escolher onde se sentar porque os bancos estão todos rachados e molham a roupa”. 

O argumento de Marlene Pereira é que as autoridades não dependem de transporte público, daí o descaso. “O transporte público em Montes Claros está cada dia pior e as autoridades não são capazes de fazer nada para que seja diferente. Eles não dependem do transporte público. Pra eles está bom assim. É lamentável tamanho descaso cm a população”, afirma.
 
OUTRO LADO 
Silvan Silva, gerente de transporte da MCTrans, admitiu a mudança, mas disse que o procedimento é comum durante o período de férias, em razão da baixa procura. “A pedido da empresa, retiramos o reforço que atendia o Jardim Primavera e ia até o Jardim Alegre em alguns horários. No primeiro bairro, continuam as duas linhas, e no segundo, é que foi temporariamente suspenso, mas já estamos estudando o retorno do veículo, diante das reclamações dos moradores”, justificou Silvan.