Em convenção realizada no fim de semana, o Partido Socialista Brasileiro (PSB) mineiro definiu a lista dos representantes que irão para o congresso nacional da legenda e reforçou o apoio dos filiados à candidatura de Marcio Lacerda para o Governo do Estado na eleição do ano que vem.

O ex-prefeito de Belo Horizonte e atual presidente estadual do PSB disse aos presentes que o partido deve ser a opção política aos brasileiros num momento em que o país se vê dividido entre uma proposta mais conservadora e outra de extrema esquerda.

“O risco que corremos é de polarização entre uma proposta autoritária, de fechamento de liberdades, antidemocrática, e outra proposta de volta ao populismo e aparelhamento partidário. O que propomos é o caminho do meio, em busca de uma solução de reforço da democracia, das instituições, de respeito ao povo brasileiro, que contemple o crescimento econômico e aperfeiçoamento da gestão pública”, afirmou.
 
ENGAJAMENTO
Lacerda tem percorrido cidades do interior de Minas já buscando o engajamento para a eleição do ano que vem.

“Há seis meses, manifestei o desejo de sair da presidência estadual do partido para me dedicar de forma mais livre à candidatura, podendo articular com outras forças partidárias”, disse ele, que aguarda a nomeação de uma comissão provisória de comando estadual que será feita pela direção nacional do PSB.

O ex-prefeito de Montes Claros Ruy Muniz, também do PSB, acredita que Marcio Lacerda poderá dar uma atenção especial para todas as regiões de Minas Gerais se for eleito em 2018.

“É preciso ter um olhar especial para o interior. Belo Horizonte e região metropolitana têm 25% da população, mas 60% do PIB (Produto Interno Bruto) do Estado. As regiões Norte, Noroeste e Vale do Jequitinhonha passaram um tempo sem receber a atenção necessária do Estado, mas isso deve mudar com a eleição de Marcio Lacerda”, pondera.

Além do nome de Lacerda, outro levantado por filiados do partido durante a convenção foi o do deputado federal Júlio Delgado, como opção para a eleição no Senado.