A professora Helley de Abreu Silva Batista foi reconhecida como heroína do Brasil em solenidade na Câmara Federal, no Dia Internacional da Mulher. A professora ficou conhecida em todo o país ao dar a vida para salvar crianças num incêndio criminoso na Creche Gente Inocente, em Janaúba, em 2017.

Helley recebeu, in memoriam, a medalha de ouro Mietta Santiago. A comenda foi criada pela Secretaria da Mulher na Câmara Federal para destacar iniciativas relacionadas aos direitos das mulheres. A indicação do nome de Helley partiu da deputada Raquel Muniz e foi acatada por todas as deputadas, que abriram mão de suas indicações na categoria ouro. 

“A Helley deixa um exemplo para todas nós. Ela cuidou da família e de algumas crianças que poderiam não estar vivas hoje, mas estão graças à sua atitude”, disse a deputada.

Marconi Abreu contou que a irmã, Helley, não fazia nada para si. “Trabalhava em prol da sociedade. Para todas aquelas crianças ela foi uma heroína”, afirmou ele, presente à solenidade junto com Luiz Carlos Batista, viúvo de Helley.