A partir de outubro, mais de 700 mil pessoas da região norte-mineira serão beneficiadas com a primeira fase de implantação do INSS Digital. A ferramenta eletrônica regulamentada pelo decreto 8.539/15 passa a ser utilizada pelo órgão federal responsável pela gestão e pagamento dos benefícios da Previdência. O objetivo é agilizar o atendimento.

Além de Montes Claros, outros oito pólos da região terão o sistema até o fim de novembro. De acordo com o Gerente Executivo do INSS, Wílson Rocha, é necessária a adesão de parceiros como sindicatos, câmaras e prefeituras, que ficarão responsáveis por indicar e encaminhar a documentação dos funcionários.
“Em Mossoró (RN), primeira cidade a implantar o sistema, segurado que aguardava 20 dias pra dar entrada no Instituto, consegue fazer o procedimento no mesmo dia ou, no mais tardar, no dia seguinte. Houve redução no tempo de espera e na conclusão do processo. A partir daí o INSS resolveu estender para outras cidades”, disse Wílson.

A gerência executiva da agência em Montes Claros atende 84 municípios. São 202 funcionários, número insuficiente para atender à demanda de um 1,5 milhão de pessoas.

O atendimento presencial seguirá existindo para atender aqueles que não dispõem de acesso eletrônico ou representação de um sindicato, de acordo com o chefe de serviço de benefícios em Montes Claros, Cirus Ribeiro, mas o atendimento presencial também vai mudar.

“O que é feito em uma hora passará a ser feito em apenas 15 minutos”, afirma. A tendência é que com a agilidade, as demandas judiciais diminuam.