O governo federal anunciou recursos da ordem de R$ 8,7 milhões para atendimento e apoio às vítimas e familiares da tragédia ocorrida em Janaúba, no Norte de Minas, e aos hospitais que atuam no atendimento. A união atendeu pedido da deputada federal Raquel Muniz, que se reuniu com o presidente Michel Temer, em Brasília, segunda-feira. Ontem, houve novo encontro, desta vez com as presenças de ministros e parlamentares da bancada mineira. 

“Pedimos recursos para fortalecer a rede pública de saúde, que diante desta situação se mostrou bastante fragilizada, e o presidente atendeu prontamente, por meio dos Ministérios da Saúde e Educação”, disse a deputada. Raquel Muniz acrescentou que “o governo não tem medido esforços para que a população de Janaúba e do Norte de Minas refaça a sua rotina”.

De acordo com os ministros da Educação, Mendonça Filho, e da Saúde, Ricardo Barros, o recurso será liberado de imediato. Serão R$ 3,7 milhões para a construção de duas creches e conclusão de uma quadra; R$ 1 milhão para a Prefeitura de Janaúba, como reembolso de despesas; R$ 2 milhões para a Santa Casa em Montes Claros e mais R$ 2 milhões para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte. Nos dois hospitais está concentrado o maior número de atendimento aos feridos do ataque ocorrido no último dia 5, quando o vigia da creche Gente Inocente ateou fogo numa sala de aula. Onze pessoas morreram na tragédia – nove crianças. 

O Prefeito de Janaúba, Isaíldon Mendes, agradeceu a corrente de solidariedade que tomou conta do país e frisou que o foco é no apoio às famílias. “Queremos garantir que tenham todas as condições no atendimento médico, psicológico espiritual e material e que seja amenizado tamanho sofrimento”. 

Durante encontro entre Raquel Muniz e o prefeito de Janaúba ficou acertada a visita do ministro Ricardo Bastos amanhã à cidade. 

HOMENAGEM 
A professora Helley Abreu Batista receberá homenagem póstuma da Secretaria das Mulheres da Câmara Federal, com a medalha Mietta Santiago. “Helley foi uma heroína e acreditamos que ela merece todas as homenagens e honrarias, pois deu sua vida para salvar outras. Quem de nós teria tamanha coragem?”, disse Raquel Muniz, em referência ao fato de a professora ter conseguiu salvar a vida de três crianças. Ela faleceu posteriormente no hospital.