Uma das constantes reivindicações dos vereadores de Montes Claros é com relação à falta de medicamentos e utensílios médicos nos postos de saúde, o que prejudica toda a população. 

Dois parlamentares que também são médicos, Valdivino Antunes de Souza (MDB) e Marlon Xavier (PTC), foram à tribuna para pontuar as necessidades dos montes-clarenses. Segundo eles, além da insulina, outros produtos utilizados para fazer o controle e a medição dos níveis de açúcar no sangue, como bomba do medicamento, agulha e cateter, estariam em falta.

“É a sexta vez que venho à tribuna cobrar as fitas de glicemia que não estão sendo entregues para a população. Quem tem diabetes precisa delas diariamente para acompanhar a doença. Estamos acionando o Ministério Público para esclarecer o que está acontecendo”, diz Xavier Marlon, presidente da Comissão de Saúde da Câmara.  

PROBLEMAS
A longo prazo, o uso inadequado da insulina ou a falta dela pode levar a alterações nos rins e nos vasos sanguíneos, além de causar problemas neurológicos. Há ainda riscos de complicações na visão.

“Percebemos uma dificuldade dos secretários para atenderem às demandas da população e dos parlamentares. Então vou propor uma reunião para que a Câmara apresente todos os problemas que afetam os cidadãos. Essa questão da saúde é algo inaceitável”, afirmou o presidente da casa, Cláudio Prates.